Romaria do Muquém será apenas virtual e não terá público

O reitor do Santuário de Nossa Senhora da Abadia, no distrito de Muquém, em Niquelândia, padre Aldemir Franzin, anunciou que a romaria de 2020 será realizada apenas de forma virtual. A medida foi tomada para evitar o deslocamento de 500 mil romeiros para a região.


A Romaria de Muquém ocorreria entre 5 e 15 de agosto. Com a epidemia de Covid-19 em franca expansão, a decisão da Igreja era esperada.

Segundo padre Franzin, as missas serão celebradas com os portões do santuário fechados. Na Romaria de Muquém, também há uma procissão, no primeiro dia de festa, com cerca de 20 mil fiéis carregando, a pé, a imagem de Nossa Senhora da Abadia.

“Esse tempo que estamos vivendo exige muita responsabilidade. Por favor, venham em outro tempo. Nossa romaria já passou por muitas guerras, muitas outras pandemias, por reformas e por inúmeros acontecimentos, mas existe até hoje”, pediu o reitor do santuário.

Em Goiás, várias celebrações e festas tradicionais foram canceladas por conta da epidemia. Em Pirenópolis e na cidade de Goiás, as Cavalhadas e a Procissão do Fogaréu não foram realizadas. Em Trindade, a Romaria do Divino Pai Eterno também foi cancelada. A Igreja cogitou realizar uma celebração virtual, como em Muquém, mas desistiu após avaliar riscos de que fiéis se deslocassem à cidade.


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif