Caiado crítica aglomerações no feriadão, pede respeito e reflexão

O governador Ronaldo Caiado (DEM) criticou, na noite de segunda-feira (7), pelas redes sociais, os registros de aglomerações nas cidades turísticas do Estado. Segundo ele, a pandemia da Covid-19 “continua assolando Goiás, e nos deparamos com tanta aglomeração em cidades turísticas. E, para piorar a situação, muitos sem máscara”.


Caiado lembrou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) acerca da responsabilidade de cada ente federativo frente a questão de saúde e medidas de restrições, como do isolamento social e funcionamento de atividades econômicas. “Sabemos que o STF deu aos prefeitos a prerrogativa de reabrir ou não, mas precisamos atuar juntos para salvarmos vidas. Poder público e população”, citou.


O governador lamentou o que viu nas imagens deste feriado de 7 de setembro por todo o Estado. “Cenas como essa desrespeitam asmilhares de vidas que já perdemos. Se as coisas permanecerem assim, estaremos cada vez mais distantes do fim dessa pandemia. Peço que reflitam e pensem em suas famílias e nas pessoas que vocês amam. Sigam os protocolos de segurança”, alertou e pediu Caiado.


Mortes e casos


O último Boletim Epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO), mostra que o Estado possui 147.845 casos confirmados de Covid-19, desses 3.475 pacientes perderam a vida para a doença, tendo taxa de letalidade de 2,35%. A pandemia tomou quase todo o território goiano, poupando apenas dois municípios: Sítio D’Abadia e Água Limpa, que não possuem casos confirmados de coronavírus, neste momento.



  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
CAMPANHA IPTU.jpg
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif