PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Falta de pagamento da Prefeitura pode tirar Escola Adventista da rede municipal, diz Nilvan Braz


O vereador Nilvan Braz (DEM), disse que foi procurado por pais de alunos da Escola Municipal Adventista, preocupados com a possibilidade de a unidade deixar a rede municipal e voltar a ser particular. O motivo seria a falta de pagamento da prefeitura escola, iniciado na gestão passada que se arrasta dentro da gestão do Prefeito Zilomar Oliveira. Nilvan Braz se propôs a conversar com a Secretaria de Educação, Lilian Amaral Brandão.

Segundo o vereador, na gestão do Ex-prefeito Lineu Olímpio, a escola deixou de ser particular e passou a integrar a rede municipal, onde a prefeitura isentou os alunos de taxas e passou a dar uma compensação financeira a escola. “No final da gestão passada, esse recurso deixou de ser repassado mensalmente. Desde então não voltou e a escola está passando por uma situação complicada” explicou.

Nilvan Braz, diz que cadeiras, quadros e outros objetos da escola precisam de manutenção e unidade precisa de uma reforma. “Os pais estão preocupados com a situação, porque há rumores de que a escola vai deixar de ser municipal e voltar a ser particular” frisou.

O vereador disse que a situação merece atenção, porque o município falhou em outra situação, quando não uma negociação com o empresário dono do prédio onde era a Escola Municipal Iara Machada, que teve que ser fechada. “A secretária, o prefeito sabem a dificuldade que foi conseguiu outro local para alojar aquelas crianças dentro das outras escolas” alertou.

De acordo com o parlamentar, no caso dos alunos da Escola Municipal Iara Machada foi necessária alugar uma casa e que mesmo o Colégio Diógenes de Castro cedendo várias salas, a situação ficou muito bagunçada. Ele torce para que essa situação não se repita para com os alunos da Escola Adventista.

Nilvan Braz enfatizou que a Escola tem 978 alunos matriculados nas duas unidades “Imagina se escola vier a fechar. Quero acreditar que não haverá essa possibilidade. Onde colocaríamos essas crianças. 90% dos pais desses alunos não têm condições de pagar uma escola particular” disse.

O vereador chamou a responsabilidade para o legislativo e disse que quer uma resposta da prefeitura até a próxima semana, inclusive com os valores que o município deve a instituição. “Não podemos de forma alguma deixar acontecer com a Escola Adventista o que ocorreu com a Escola Municipal Iara Machada” concluiu.

VÍDEO: Nilvan Braz diz que pais de alunos da Escola Adventista, estão preocupados com a possibilidade de a unidade voltar a ser particular


midia02.png
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá