• Folha de Jaraguá

Procon em Goiás notifica McDonald’s por vender McPicanha que pode não ter picanha

29/04/2022 (10hs26m) - Depois de o McDonald’s reconhecer, por meio de nota, que a carne utilizada na linha de sanduíches McPicanha pode não conter picanha, o Procon Goiânia notificou a rede de fast food.

A notificação estabelece prazo de 20 dias para que a rede McDonald’s dê explicações sobre a publicidade enganosa, e esclareça quais medidas adotou para sanar as dúvidas do consumidor sobre a composição do sanduíche.

De acordo com o Procon, a descrição dos ingredientes do McPicanha não está clara quando fala sobre o tipo da carne utilizado. A informação repassada para os clientes é a de que o “Novo Picanha Salada Bacon” é “um delicioso hambúrguer feito com carne 100% bovina, suculento e saboroso, com alface, cebola, nosso bacon crocante, queijo cheddar, maionese sabor picanha e pão estilo brioche.”

Caso a empresa não responda ao Procon Goiânia no prazo de 20 dias ou não apresente defesa clara, poderá ser multada por publicidade enganosa, com multa que pode chegar até R$ 10 milhões.


O Procon Goiânia explica que, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), no artigo 37, publicidade enganosa é qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário capaz de induzir em erro o consumidor a respeito da natureza, características, qualidade, quantidade, propriedades, origem, preço e quaisquer outros dados sobre produtos e serviços.


A denúncia veio a público por uma página chamada Coma com os Olhos, que faz comentários sobre lanches no Instagram.



  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif