• Folha de Jaraguá

Governo de Goiás proíbe acampamentos no Rio Araguaia para evitar aglomerações

10/05/2021 (16hs56m) - O governador Ronaldo Caiado (DEM) publicou decreto, nesta segunda-feira (10), que limita as atividades na região do Rio Araguaia, que gerem aglomerações. O texto consta no suplemento do Diário Oficial do Estado.


“Fica proibida a realização de quaisquer atividades que impliquem em aglomeração de pessoas para o lazer e o turismo na grande região do Rio Araguaia, nela incluídos os trechos do Rio Araguaia e seus afluentes no Estado de Goiás”, inicia a normativa.


Ainda segundo o decreto, estão vedados a realização de acampamentos, bem como a realização de eventos como festas, shows, além de caminhadas ecológicas e passeios ciclísticos, corridas e mais. O texto também prevê a proibição do uso coletivo de beiras de rios, cachoeiras e praias, e a realização de campeonatos de pescaria e outras competições envolvendo esportes náuticos.


“Ficam ressalvadas as atividades de pesca de subsistência realizadas por ribeirinhos e indígenas”, excetua. Entre as punições, ressalta-se, o texto prevê multas de até R$ 500 mil.


A temporada de férias do Rio Araguaia, destaca-se, começa em 1º de julho. No ano passado, contudo, ainda em junho o governo de Goiás cancelou o evento para combater a pandemia do novo coronavírus.


O Vale do Araguaia é composto por sete municípios. São eles: Aragarças, Aruanã, Baliza, Britânia, Mundo Novo, Nova Crixás e São Miguel do Araguaia. A região é rica em terras férteis e atrativos turísticos.


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif