• Folha de Jaraguá

Em Goianésia, funcionário da Prefeitura é preso por furtar e revender equipamentos de informática

26/05/2021 (13hs45m) - Um funcionário público municipal foi preso por ser suspeito de furtar equipamentos de informática da Secretaria Municipal Educação - SME - e revender. Ele ainda é suspeito de se apropriar de equipamentos da pasta para seu uso. O rapaz de 22 anos foi preso na sede da SME, local onde trabalhava, e deverá responder pelo crime de peculato.

As investigações tiveram como ponto de partida um registro de ocorrência de furto realizado na Delegacia de Polícia de Goianésia. Neste registro, a Secretaria de Educação informou que um computador pertencente ao órgão estaria sendo vendido em sites de vendas.

Após investigação, a Polícia Civil localizou com um técnico de informática, computadores, monitores, teclados, mouses, cabos VGA, projetor de imagens, placas de vídeo, entre outros equipamentos de informática. De acordo com a polícia, o suspeito de receptação alegou que teria adquirido os equipamentos de um servidor público, uma vez que ele havia afirmado que se tratava de objetos de uma arrematação de leilão.

Diante da informação, Policiais Civis deslocaram até a Secretaria de Educação, onde efetuaram a prisão em flagrante do funcionário. Para complicar ainda mais a situação do rapaz, durante diligências em sua residência os policiais encontraram um notebook do "Escola Digital" da prefeitura de Goianésia. Todo material foi apreendido, e após serem periciados serão devolvidos à SME.


Levado à Delegacia de Polícia, foi lavrado um Auto de Prisão em Flagrante - APF - em desfavor do suspeito e posteriormente recolhido à Unidade Prisional onde ficará à disposição do Poder Judiciário. Já o técnico de informática, por ser menor de idade, deverá responder por ato infracional análogo ao crime de receptação.



  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif