• Folha de Jaraguá

MP diz que donos de hospitais de Ceres incluíram parentes na vacinação da Covid-19


11/02/2021 (00h05m) - O promotor de Justiça, Marcos Rios (foto) divulgou a lista de vacinados de Ceres, vem causando muita revolta e indignação na população. O representante do MP-GO afirmou que viu o documento com “surpresas muito desagradáveis”. A lista revela que famílias inteiras, ligadas a donos de hospitais, simularam estar na lista de contratados para receber a vacina. O município com 22 mil habitantes, é um polo de saúde regional e conta com oito hospitais privados, segmento importante da economia local.


Publicidade

Segundo Marcos Rios, na lista estão pais de médicos, que são proprietários rurais, que aparecem como trabalhadores de serviços gerais, simulando a relação de emprego. Uma ex-primeira dama da cidade recebeu a vacina como “auxiliar de coleta”. O promotor disse que essas pessoas usaram de um artifício criminoso e podem responder por vários crimes, entre eles peculato, com multas que podem chegar a R$ 50 mil.

“A gente não acredita que um dono de hospital vai expor um parente a uma situação dessas. Avisamos o tempo todo que a lista é pública e que o MP estaria de olho”. Heloiza confirma que a SMS de Ceres não conferiu as listagens. “Talvez por inocência nossa. Jamais poderíamos imaginar que agiriam de má fé. Justamente por ser uma cidade pequena e quase todo mundo aqui trabalha em serviço de saúde, não tem como a gente imaginar que a pessoa está lá sem vínculo empregatício”.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif