• Folha de Jaraguá

Criança é picada por cobra na porta da em fazenda em Itaberaí

26/05/2022 (18hs54m) - Uma criança de 3 anos foi picada por uma cobra na porta da casa de uma fazenda localizada próxima ao município de Itaberaí, no noroeste de Goiás. Vídeo mostra momento em que o animal avança na perna do menino e ele rapidamente corre para o lado oposto, junto ao avô, de 50 anos, que o socorre

O caso aconteceu no domingo (15), na fazenda dos avós do menino, local para onde a família se desloca todo final de semana. Segundo a mãe da criança, Kamilla Pereira, 24 anos, Luiz Felipe e o avô tinham ido pegar ovos no galinheiro, e ao retornar à casa da fazenda, foi surpreendido pela cobra.


"Foi desesperador, eu nunca tinha passado apuro com ele antes. Ontem eu e meu esposo perdemos o chão, ficamos com muito medo", lembra a mãe.


Câmeras de segurança registraram o momento da picada, quando a criança rapidamente corre assustada para o lado oposto da cobra. Também é possível ver o avô da criança a pegando no colo e correndo rumo a casa da fazenda.


Kamilla conta que quando o homem chegou com a criança, ela lavou a perna de Luiz e eles o levaram para o Hospital Municipal de Itaberaí, que fica a 23 km da fazenda onde estavam.


Pouco depois de chegarem ao hospital, ela relata que a criança foi transferida para o Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), em Goiânia, para a realização de testes que identificariam se a cobra era ou não venenosa.


"Meu pai não conseguiu ver qual cobra era para saber se era venenosa. Ele ficou muito nervoso, só viu que era uma cobra amarela", relata.


Apesar do susto, familiares de Luiz Felipe Ferreira contam que o menino ficou cerca de 12 horas no HDT, em observação, mas já recebeu alta e se encontra em casa.

"A médica não descarta que seja cobra venenosa, não deu para ver qual cobra era, mas como ele tirou a perninha muito rápido não deu tempo dela injetar o veneno", diz Kamilla.


A mãe ainda explica que os exames chegaram a indicar uma leve alteração e contração no músculo, no local da perna em que a criança foi picada. Fotos divulgadas pela família mostram que o local da picada apresentou vermelhidão.


Depois do ocorrido, Kamilla fala sobre a importância dos cuidados com crianças em locais em que elas podem ser picadas por cobras, aranhas ou escorpiões.




  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
CAMPANHA IPTU.jpg
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif