• Folha de Jaraguá

Condomínio cobra dívida 26 mil de dívida de Gusttavo Lima, que se pronuncia

12/01/2022 (14hs29m) - O sertanejo Gusttavo Lima se tornou alvo de mais uma ação judicial. Segundo o colunista Erlan Bastos, do portal Em Off, o cantor acumulou uma dívida de mais de R$ 26 mil e está sendo acusado de não pagar as taxas condominiais de um imóvel na região de Praia Grande, litoral de São Paulo.


O valor mensal da cobrança seria de R$ 930,31, referentes aos meses de dezembro de 2019 a outubro de 2021. Com a correção de juros e as multas, a quantia agora ultrapassa os R$26.968,46.


De acordo com o documento veiculado por Erlan, a defesa da construtora exige que o artista “pague a importância líquida, certa e exigível de R$26.968,46, já acrescida de juros e correção monetária, no prazo legal ou, no mesmo prazo, apresente bens à penhora suficientes para garantir a Execução sob pena de lhe ser penhorado tantos quantos bastem para satisfação do débito”.


Ao Portal Mais Goiás, a equipe do sertanejo enviou uma nota de posicionamento sobre a dívida. Leia na íntegra:


“A assessoria jurídica do cantor Gusttavo Lima, por intermédio do advogado Claúdio Bessas, informa que o imóvel foi adquirido na planta. Não houve recebimento de comunicado sobre a conclusão da obra e início do pagamento das taxas de condomínio. Os débitos em aberto serão negociados com os responsáveis.”


Sertanejo nos tribunais


Na última segunda-feira (10), foi divulgado que uma mulher entrou na Justiça contra Gusttavo Lima por um motivo inusitado. É que o número de telefone que o sertanejo canta na música “Bloqueado” coincidentemente é o mesmo da autora do processo.


Agora, além de pedir que o músico mude a letra da canção, ela quer uma indenização de R$ 105 mil por relatar sofrer com trotes e importunações.

O processo tramita na 24ª Vara Cível desde dezembro. Procurado, Gusttavo Lima ainda não havia respondido por meio de sua assessoria. A música não é composta pelo sertanejo.

Em outro caso, lá em setembro de 2020, o compositor goiano André Luiz Gonçalves da Silva, conhecido como De Lucca, ganhou na Justiça o direito de continuar movendo uma ação contra Lima. Acontece que, em 2016, De Lucca processou o sertanejo, pedindo R$ 20 milhões por danos morais. Ele afirma ser o único compositor da música “Fora do Comum“, gravada por Gusttavo em 2011.


De Lucca alega que Gusttavo Lima pediu para que ele gravasse a música e mandasse para ele. “Passou uns dias ele me ligou dizendo que só gravaria se eu aceitasse fazer uma sociedade”, declarou o compositor.



  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
CAMPANHA IPTU.jpg
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif