• Folha de Jaraguá

Cepa da Covid encontrada em paciente de Ceres não impactará cenário epidemiológico


10/02/2021 (11hs45m) - A paciente, do município de Ceres, o primeiro caso de paciente reinfectado com covid-19 no estado teve a doença em junho e dezembro do ano passado. Sendo confirmada pela Secretaria de Saúde de Goiás (SES) que se trata de uma nova variante de coronavírus, diferente da que já circula em Goiás. Técnicos da Secretaria destacam que a nova cepa não tem relevância “epidemiológica à transmissibilidade”.

Publicidade

A nova variante foi confirmada pelo laboratório Adolfo Lutz na paciente e já circula em outros estados brasileiros. No entanto, ainda não há nenhuma evidência que aponte se ela é mais ou menos grave do que a cepa já presente em Goiás. A superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Flúvia Amorim, confirmou a presença da nova cepa mas descartou impactos no cenário epidemiológico goiano em decorrência disso.


“Na primeira onda tivemos uma concentração de casos em Goiânia, na região metropolitana e em torno do Distrito Federal. Nessa segunda onda, assim como em outros estados, percebemos uma interiorização da contaminação. E Ceres se enquadra neste quesito, estão tendo um número de casos bastante significativo e lá foi o primeiro caso confirmado realmente, depois que o Ministério alterou o critério que define o que é uma reinfecção, que é um intervalo de pelo menos 90 dias entre uma infecção e outra”, declarou.


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
CAMPANHA IPTU.jpg
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif