• Folha de Jaraguá

Reajuste de 13% aos professores depende do TCM por causa dos gastos com a folha de pgto


A população acompanha com expectativa o desenrolar de uma possível greve na rede municipal de ensino de Jaraguá. Após os professores rejeitarem a proposta de pagamento parcelado do índice do piso salarial, o Prefeito Zilomar Oliveira, disse a Rosária Nogueira presidente do SINTEGO, na segunda-feira, 9, que em função dos gastos com a folha (54% no máximo) e dos cortes para a adequação que estão sendo feitos, ele só teria condições de atender as reivindicações de 13% exigida pelos professores para este ano com a autorização do TCM.

De acordo com Rosária Nogueira, o prefeito se desculpou por não estar presente a reunião da última sexta-feira, 6 de setembro. “Ele teve agenda em Goiânia inclusive no TCM, vendo essa situação. Ele precisa da compreensão do tribunal para ajustar o piso salarial” frisou. Durante a manhã de segunda-feira, 9, o prefeito voltou a se reunir com sua equipe para tentar melhorar a proposta dentro dos limites legais, mas depende de parecer jurídico.

Até o final de segunda-feira, haverá uma nova rodada de reuniões e possivelmente uma assembleia do SINTEGO com os professores para definir o que será feito mediante ao quadro financeiro e legal apresentado pela prefeitura.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
BANDEIRAS-1-300x250px-B.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá