By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá

PATROCÍNIOS

Tribunal de Justiça nega recurso do Ministério Público contra o Prefeito Zilomar

O Tribunal de Justiça de Goiás negou os pedidos do Ministério Público contra o Prefeito Zilomar Oliveira, a manifestação contraria da justiça, já havia ocorrido em primeira instância, os promotores do caso, decidiram recorrer a TJ, mas em análise liminar, a exemplo do Juiz Dr Liciomar Fernandes, o desembargador designado para o caso, Flávio Cristóvão de Campos Faria também negou pedido de afastamento do prefeito no recurso interposto pelo Ministério Público de Jaraguá. O caso surgiu após a prefeitura descumprir o TAC dos Aposentados que estipulava o dia 20 de cada mês subsequente ao vencimento para a quitação dos débitos.

 

Na decisão do desembargador Flávio Cristóvão de Campos existe uma ressalva. “A eficácia da decisão recorrida poderá ser suspensa por decisão do relator, se da imediata produção de seus efeitos houver risco de dano grave, de difícil ou impossível reparação, e ficar demonstrada a probabilidade de provimento do recurso” destaca. Ainda que momentânea é uma vitória do Prefeito Zilomar Oliveira sobre o Ministério Público, que ainda não se manifestou sobre a decisão do tribunal.

 

Na quarta-feira, 30, houve uma reunião entre o Prefeito Zilomar Oliveira, o Procurador, Euclides Neto, os promotores; Everaldo Sebastião de Souza, Priscila Leão Tuma e a juíza Nina de Sá, onde os representantes da prefeitura, teriam demonstrado o pagamento total de todas as dividas com os servidores públicos  até o mês de setembro e feito a apresentação de uma proposta de pagamento de todas as folhas, comissionados, efetivos, aposentados, pensionistas e consignados até o dia 31 dezembro, começando 2020, ano eleitoral com a casa em ordem.

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
petro-arabe2-17-8.gif
GIF-JARAGUA.gif
DT4997-Banner-190x250px.gif