By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá

PATROCÍNIOS

Em menos de 12h, polícia elucida assassinato de Antônio Carlos (Ponga) e prende autores

Na tarde de quarta-feira, 17 de julho, três indivíduos, em um veículo Ford/Eco Sport, de cor prata, efetuaram vários disparos de arma de fogo na direção de um estabelecimento comercial no centro da cidade. Eles tentaram matar a pessoa conhecida por Leandrinho, todavia, este, ao avistar os marginais, empreendeu fuga. Ele não foi alvejado.

 

Não satisfeitos, os três indivíduos, utilizando do mesmo veículo, na madrugada de quinta-feira, 18 de julho, invadiram uma residência localizada no Setor Aeroporto e efetuaram vários disparos de arma de fogo na direção de Antônio Carlos Filho. Ele foi alvejado e veio a óbito ainda no local. Durante o crime, a esposa de Antônio foi alvejada por dois disparos, todavia, resistiu aos ferimentos. No local foram encontrados estojos de calibre 9mm.

 

Instantes depois da prática do primeiro crime, a Polícia Civil iniciou as diligências e, após intensas investigações, ainda na manhã de quinta-feira, os policiais civis fizeram um adentramento operacional em uma residência localizada no Setor Ana Edith 3 e lá encontraram três indivíduos, sendo eles: Paulo Henrique Francisco Braz, Vulgo Paulinho Maconha, Francisco das Chagas Gomes DA Silva e João Lucas Borges Melo Silveira.

 

Na residência também foi encontrado o veículo Fort/Eco Sport utilizado nos crimes, além de duas pistolas, marca Smith&Wesson, ambas de calibre 9mm. Além disso, havia quatro munições de calibre 9mm intactas. Também foi encontrado vários aparelhos celulares, sendo um deles o da vítima fatal Antônio Carlos.

 

Paulo Henrique e Francisco das Chagas estavam presos no presídio de Jaraguá, porém, há poucos dias ganharam a liberdade. Francisco e João Lucas são do entorno de Brasília. Já Paulinho Maconha é da cidade de Jaraguá. A vítima Leandrinho reconheceu os indivíduos, inclusive, o carro e as armas de fogo utilizadas. A Polícia Civil tem outros elementos que confirmam as autorias.

 

Diante dos fatos, foi lavrado o Auto de Prisão em Flagrante em desfavor dos três pelas práticas dos seguintes crimes: tentativa de homicídio qualificado; homicídio qualificado; tentativa de homicídio qualificado; furto; associação criminosa majorada e posse irregular de arma de fogo de uso restrito. As motivações ainda serão esclarecidas pela polícia durante o inquérito. (Informações Polícia Civil)

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
petro-arabe2-17-8.gif
GIF-JARAGUA.gif
DT4997-Banner-190x250px.gif