By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá

PATROCÍNIOS

Polícia civil de Jaraguá elucida crime de homicídio que ocorreu em clínica em 2017

 No dia 18 outubro 2017, a pessoa de Aleandro José Sanches foi encontrada sem vida em uma clínica de reabilitação na cidade de Jaraguá. Inicialmente, suspeitava-se de morte natural, todavia, com a chegada dos laudos periciais, constatou-se tratar de crime de homicídio.

 

Em seguida, foi instaurado o Inquérito Policial e, após diligências, a Polícia Civil finalizou o procedimento inquisitorial e o remeteu ao Poder Judiciário. Foram identificados dois autores do crime de sangue, os quais, na época dos fatos, também estavam internados na clínica.

 

Ambos eram menores de idade. Eles se aproveitaram da situação de vulnerabilidade da vítima, pois ela estava dopada e amarrada, e, covardemente, a mataram asfixiada. A vítima não teve qualquer chance de defesa.

 

Ainda, durante as investigações, a Polícia Judiciária vislumbrou a responsabilidade criminal, com o dolo eventual, dos maiores Adam Vitor Ribeiro Iocca (proprietário da clínica) e Guilherme Augusto Abreu Sá (coordenador da clínica). Restou provado nos autos que tanto Adam, quanto Guilherme, repasavam inúmeros medicamentos controlados aos internos, ao ponto de dopá-los e, ainda, autorizavam que os internos fossem amarrados quando estivessem agitados. Uma vez amarrados e dopados, ficavam a mercê da própria sorte.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
petro-arabe2-17-8.gif
GIF-JARAGUA.gif
DT4997-Banner-190x250px.gif