By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá

PATROCÍNIOS

Professores decidem por continuidade da greve até o dia 12 de abril

Professores da rede estadual de Educação decidiram pela continuidade da greve, que teve início no dia 1º de abril. A assembleia ocorreu na tarde de segunda-feira (8) em frente ao Palácio Pedro Ludovico Teixeira, na Praça Cívica, em Goiânia. Uma nova assembleia foi convocada para a próxima sexta-feira (12).

 

Os docentes reivindicam o pagamento do salário de dezembro de 2018, de março deste ano, além de benefícios como o vale alimentação. Eles aguardavam uma nova negociação com o governo estadual.“O que nós queremos é que pudessem pagar imediatamente”, comentou a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Goiás (Sintego). A entidade ainda propôs a cobrança do piso e da data base para os docentes.

 

Segundo o Sintego, 258 escolas estão paralisadas. A Secretaria de Estado da Educação (Seduce) nega. Segundo a pasta, do total de 1.121 escolas, 125 estão totalmente paralisadas. 32 funcionam parcialmente e 964 estão com as atividades normais. A presidente da categoria reafirmou a importância de que as escolas pararem e os professores deixem de trabalhar para que o movimento tenha consistência.

 

Jaraguá

De acordo com o repórter Dude Bill, três colégios de Jaraguá, afirmaram que não irão seguir mais com a greve. As aulas irão retomar normalmente na terça-feira, 9 de abril, nos Colégio São José, Ornelo Machado e Diógenes de Castro.

 

Com informações - Mais Goiás

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
petro-arabe2-17-8.gif
GIF-JARAGUA.gif
DT4997-Banner-190x250px.gif