top of page

Servidor do Detran é preso em Santa Terezinha por inserção de dados falsos

14/07/2023 (07hs37m) - A Polícia Civil do Estado de Goiás, por intermédio da equipe da Delegacia de Polícia de Crixás, Subdelegacias de Campos Verdes, Santa Terezinha de Goiás e Uirapuru, integrantes da 10ª DRP de Ceres, deflagraram na manhã desta quinta-feira (13/7/2023), a segunda fase da Operação Engodo na cidade de Santa Terezinha de Goiás objetivando o cumprimento de mandado de prisão de servidor do CIRETRAN suspeito de utilizar do cargo para praticar crimes.


Durante a segunda fase da operação que ocorreu na manhã desta quinta (13) na cidade de Santa Terezinha de Goiás foi dado cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido em face de servidor do CIRETRAN do Município que se valia da função no órgão de trânsito para realizar transferências de propriedade de veículos de forma indevida, e em alguns casos obtendo vantagens financeiras para operacionalizar os procedimentos.


Após o início das investigações foram solicitados ao CIRETRAN de Santa Terezinha de Goiás os documentos originais que deveriam ter sido apresentados para que as transferências de propriedade de veículos fossem realizadas, porém apenas foram fornecidos parte dos documentos acerca de uma das transferências de propriedade de veículo indevida, entretanto, há veementes indícios de que esses documentos apresentados foram falsificados em uma tentativa frustrada de ocultar os crimes praticados.


Diante disso, na primeira fase da operação Engodo foi cumprindo mandado de busca no CIRETRAN de Santa Terezinha de Goiás objetivando localizar os documentos originais que deveriam ter sido apresentados para a formalização dos procedimentos de transferências de propriedade de veículos realizadas pelo funcionário do órgão, no entanto os documentos não foram encontrados evidenciando que o servidor realizava os procedimentos de transferência sem que fosse necessário apresentar qualquer dos documentos legalmente previstos, como vistoria do veículo e autorização de transferência de propriedade de veículo preenchida pelo vendedor e comprador com a assinatura de ambos reconhecida em cartório.


Em seguida, o preso foi conduzido pela Polícia Penal para o presídio de Ceres onde aguardará a audiência de custódia. Como o nome do suspeito não foi divulgado, a reportagem não conseguiu contato com a defesa dele.



コメント


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page