top of page

Secretaria Saúde do Estado amplia acesso a medicamento preventivo ao HIV

26/06/2023 (10hs23m) - A Secretaria de Estado da Saúde (SES) desenvolve estratégias para ampliar o acesso a medicamento preventivo ao vírus HIV, causador da Aids.


Uma dessas iniciativas é o Projeto PrEP até Você, criado pela Coordenação de Assistência às Infecções Sexualmente Transmissíveis, Aids e Hepatites Virais da Superintendência de Políticas de Atenção Integral à Saúde (Spais/SES-GO).


O projeto-piloto está sendo implantado em Goiânia, por meio de parceria da SES com as Secretarias Municipais de Direitos Humanos e de Saúde, por meio do Centro de Referência em Diagnóstico e Terapêutica da capital (CRDT).


O objetivo é ampliar a informação sobre as estratégias variadas de prevenção ao HIV e permitir a oferta da Profilaxia Pré-exposição (PrEP) a pessoas que, geralmente, não têm acesso aos serviços de saúde.


Medicamento preventivo


O primeiro atendimento é feito na Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas (SMDHPA) de Goiânia, com agendamento prévio pelo telefone 3201-7894. Posteriormente, o acompanhamento é feito no CRDT.


Os interessados devem ser moradores da capital e terem cartão SUS com inscrição no município. Na consulta, são ofertados também autotestes de HIV, preservativos internos, externos e gel lubrificante.


É relevante esclarecer que a PrEP é um método de prevenção que não substitui o uso do preservativo nas relações sexuais, uma vez que não previne contra outras infecções sexualmente transmissíveis, como sífilis, gonorreia, dentre outras.


Distribuição


A Profilaxia Pré-Exposição ao HIV constitui-se no uso diário de medicamento disponibilizado, gratuitamente, pelo Sistema único de Saúde (SUS). O fármaco oferecido atualmente pelo SUS em Goiás na PrEP é o Entricitabina + Fumarato de Tenofovir Desoproxila.


O medicamento é distribuído à população goiana em 17 Serviços de Assistência Especializada (SAE) localizados em Águas Lindas de Goiás, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Catalão, Cidade Ocidental, Goiânia (CRDT e HDT), Iporá, Itumbiara, Jataí, Novo Gama, Rio Verde, Santo Antônio do Descoberto, Uruaçu e Valparaíso de Goiás.


Para ter acesso ao medicamento, o usuário deve procurar a unidade de atenção básica do município onde mora para ser inserido no sistema de regulação, ou procurar um Serviço de Assistência Especializada (SAE) mais próximo.



Comentários


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page