top of page

Saúde estadual firma parceria para zerar fila de transplante de córnea em Goiás

18/10/2023 (10hs31m) - A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) vai firmar parceria com o Centro de Referência em Oftalmologia (Cerof) do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (UFG) com o objetivo de zerar a fila para transplantes de córnea em Goiás e colocar o estado na condição de exportador para o país. O anúncio foi feito nesta terça-feira (17/10) durante a solenidade de apresentação da reforma e adaptação do Banco de Olhos do Cerof.


Com a parceria, o Estado, que tem hoje um Banco de Olhos, passará a contar com nova unidade, possibilitando o aumento das captações. Ao todo, foram realizados em 2023, entre janeiro e setembro, 460 transplantes de córneas em Goiás, o que representa um aumento de 75% em relação ao ano passado. Contudo, 1.534 pessoas ainda aguardam na fila para o transplante.


Durante o evento de reinauguração, o titular da SES-GO, Sérgio Vêncio, destacou que o Cerof é referência nacional para o tratamento de doenças oftalmológicas, entre as quais glaucoma e as diversas enfermidades na retina. “A retomada das atividades com equipamentos altamente especializados traz boas perspectivas para o aumento dos transplantes de córnea e os hospitais estaduais poderão ser utilizados para a captação desse tecido ocular”.


O Banco de Olhos do Cerof teve as atividades paralisadas em 2019, por conta da pandemia de Covid-19. Para possibilitar a reabertura, as instalações foram reformadas e adaptadas. Além disso, foram adquiridos novos equipamentos entre os quais um microprocessador e refrigerador, onde as córneas ficam em quarentena, armazenadas, à disposição da Gerência de Transplantes.


O diretor-geral do Cerof, Marcos Pereira de Ávila, explicou que a unidade deve realizar a captação em 50 doadores por mês, o equivalente a 100 córneas. “Vamos utilizar o nosso conhecimento e estrutura, que agora foi totalmente remodelada”.


De acordo com a gerente de Transplantes da SES-GO, Katiúscia Freitas, quando a unidade estiver em pleno funcionamento, as captações serão divididas por região de abrangência. “Existe a proposta do Cerof treinar profissionais de hospitais que são referências no interior, como o HCN, o Herso, o Heana, em Anápolis, para a gente ter captação também no interior”, explicou.



Comentarios


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page