top of page

Mulher é presa por deixar criança sozinha em casa para ir curtir a pecuária de Goianésia

01/07/2023 (12hs34m) - Por determinação do Centro de Operações da Polícia Militar, uma equipe deslocou até o Bairro Nova Aurora, região oeste de Goianésia, onde o Conselho Tutelar solicitava apoio em uma ocorrência de abandono de incapaz.


No local, as conselheiras tutelares relataram que uma criança de três anos, foi encontrada na rua, apenas de pijama, por um casal que acionou tanto o órgão de proteção à criança, quanto a Polícia Militar. A criança, que chorava muito, foi levada pelo casal até uma casa, onde foi colocada no quarto e a janela travada.


Quando os militares chegaram ao local, constatou-se que a janela estava travada por dentro e a criança, estava deitada em um colchão. Tentativas de contato telefônico com a mãe, foram infrutíferas, uma vez que ela havia deixado o telefone em casa. Diante disso, os policiais tentaram arrombar a porta, mas não obtiveram sucesso. Entretanto, conseguiram abrir uma pequena janela do banheiro e resgatar a criança por esse espaço reduzido.


Enquanto a equipe policial e o Conselho Tutelar se preparavam para encaminhar a criança para um abrigo, a mãe da criança, de 24 anos, entrou em contato através do telefone funcional da viatura, procurando pelo filho, assim, os policiais deslocaram-se novamente até a residência, onde a encontraram visivelmente embriagada.


Questionada sobre seu filho, ela alegou que ele havia ficado acordado o dia todo e que foi dormir por volta da meia-noite, e às duas horas, ela saiu para assistir a um show na festa da Pecuária.


Diante dos fatos, a mulher recebeu voz de prisão e encaminhada à Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis. Durante toda a ocorrência, a criança ficou sob os cuidados do Conselho Tutelar, que garantiu sua proteção e bem-estar.


A atuação conjunta da Polícia Militar e do Conselho Tutelar foi fundamental para resgatar a criança abandonada e garantir sua segurança. Situações de abandono de incapaz são graves e demandam uma resposta rápida e efetiva das autoridades competentes, visando proteger os direitos e a integridade das crianças.


A prisão da mãe embriagada reforça a responsabilização pelos atos cometidos, buscando evitar reincidências e assegurar o cuidado adequado às crianças em situações vulneráveis. - Meganésia



Comments


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page