top of page

Moradora Itaguari que morreu após dois acidentes nos EUA é velada em Goiás

12/05/2023 (10hs38m) - O corpo da jovem de 21 anos que morreu após dois acidentes em sequência na cidade de Marietta, no estado da Geórgia, nos Estados Unidos, está sendo velado nesta sexta-feira (12) em Itaguari. O corpo de Eduarda Romano da Silva chegou ao Brasil na noite de quinta-feira (11), de acordo com o tio dela, Salmo Vieira.


Familiares e amigos se reúnem no salão da Pax Moreira e Silva para a última despedida à Eduarda. O velório começou às 7h e vai até às 11h. Em seguida, segundo o tio da jovem, o corpo será sepultado no Cemitério São Sebastião.


Eduarda Romano nasceu em Itaguari, mas morava nos Estados Unidos há mais de quatro anos com a mãe. Conforme a família da jovem, ela tinha planos de voltar a morar em seu país natal no fim de 2024.


Acidente em Marietta

O acidente aconteceu na Rodovia Interestadual 75, em Marietta, cidade em que a jovem, que era solteira e não tinha filhos, morava com a mãe. A família de Eduarda relatou que, na ocasião da batida, Eduarda estava indo para a academia quando o pneu do carro dela furou.


“Ela parou para trocar e, neste momento, outro veículo atingiu o carro dela”, conta.

O tio explicou que nesta primeira batida ninguém se feriu. Após a primeira batida, Eduarda e o motorista estavam parados do lado de fora dos carros quando foram atropelados por outro veículo que também bateu no carro deles. Segundo Salmo, sua sobrinha e o motorista atingidos morreram no local. Além dos três primeiros veículos, outros dois também se envolveram no acidente.

Em nota, o Itamaraty se colocou à disposição para prestar assistência consular aos familiares da brasileira (veja nota completa no final do texto).


Vaquinha para trazer corpo de Eduarda para Goiás


A família da jovem conseguiu arrecadar os US$ 30 mil necessários para que o corpo dela fosse trazido ao Brasil, de acordo com Salmo. O valor, que se convertido na cotação atual chega a R$ 151,5 mil, foi conseguido por meio de uma vaquinha online.


“Estamos preparando para transportar o corpo até a nossa cidade, Itaguari. Quero agradecer todo apoio, as doações. A população aqui no nosso município, a prefeitura de modo geral, todos aqui estão ajudando e apoiando a nossa família. Aqui vamos ter um velório digno dela” disse.

Nota completa do Itamaraty


"O Ministério das Relações Exteriores, por meio Consulado-Geral do Brasil em Atlanta, permanece à disposição para prestar assistência consular aos familiares da nacional.


Em caso de falecimento de cidadão brasileiro no exterior, os consulados brasileiros poderão prestar orientações gerais aos familiares, apoiar seus contatos com autoridades locais e cuidar da expedição de documentos, como o atestado consular de óbito. Não há previsão legal e orçamentária para o pagamento do translado de restos mortais com recursos públicos.


Em observância ao direito à privacidade e ao disposto na Lei de Acesso à Informação e no decreto 7.724/2012, informações detalhadas poderão ser repassadas somente mediante autorização dos familiares diretos. Assim, o MRE não poderá fornecer dados específicos sobre casos individuais de assistência a cidadãos brasileiros".



Comentarios


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page