• Folha de Jaraguá

Lago Serra da Mesa tem pior nível para janeiro em 10 anos

O Lago Serra da Mesa, no norte de Goiás, atingiu um dos níveis mais críticos dos últimos anos. Com a seca na região, a antiga ponte do lago, que antes ficava submersa pela água, agora pode ser vista completamente, a situação já é considerada a pior dos últimos 10 anos para o mês de janeiro e preocupa. O reservatório, considerado o maior em volume de água da América Latina, está com apenas 9% da capacidade, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Atualmente, é possível ver os galhos de árvores para fora da água do lago, o que demonstra como o nível do reservatório está baixo. Além de afetar a produção de energia, a seca tem causado prejuízos aos comerciantes locais. “Com o lago seco é diferente, porque não tem gente para a gente trabalhar, o turista não vem mais. Quando era cheio era divertido, era muita gente de fora que vinha pescar, dava muito emprego”, afirmou Josefa Matos, comerciante local.

O engenheiro Ricardo Garcia, que tem o costume de frequentar o lago nas férias, estranhou a diferença do movimento no local no início deste ano. “Aqui era totalmente cheio de água e o movimento daqui era bem forte”, comentou.


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Campanha-covid-saude-estado01.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá