top of page

Jaraguá fica fora do novo Mapa do Turismo de Goiás e irá recorrer

20/06/2024 (11hs53m) - O Governo de Goiás, por meio da Goiás Turismo, divulgou, na quarta-feira (19/06), o novo Mapa do Turismo 2024, que passa a contar com 86 municípios, distribuídos em 12 regiões turísticas (Ouro, Chapada dos Veadeiros, Chapada das Emas, Estrada de Ferro, Águas Quentes, Encantos do Planalto Central, Negócios e Tradições, Lagos do Paranaíba, Pegadas no Cerrado, Terra Ronca, Serra da Mesa e Vale do Araguaia).


Treze municípios saíram do Mapa porque não cumpriram os requisitos exigidos pelo Ministério do Turismo. São eles: Bonfinópolis, Santa Cruz de Goiás, Goiandira, Novo Gama, Aurilândia, Damianópolis, Divinópolis, Nova Roma, Buriti de Goiás, Jaraguá, Mossâmedes, Mundo Novo e Teresina de Goiás.


JARAGUÁ


Assessoria do prefeito Paulo Vitor informou que irá recorrer da decisão que deixou Jaraguá fora do mapa do turismo de Goiás.


De acordo com as informações repassadas, devido ao falecimento de Jackson Araújo, Superintendente Municipal de Turismo e Cultura, houve um atraso no prazo para cumprir o repasse da documentação e que só agora os documentos serão enviados.


O deputado José Nelto, que representa Jaraguá, já esteve em audiência no Governo Federal para reverter o caso. E afirmou que o município não irá perder recursos, por conta desta situação.


MAPA

De acordo com os critérios obrigatórios do Ministério do Turismo, para entrar ou permanecer no Mapa a gestão municipal deve enviar documentação comprovando a existência do órgão ou entidade responsável pela atividade; destinar dotação para o

turismo na lei orçamentária anual; possuir Conselho Municipal de Turismo ativo e comprovar a participação em uma Instância de Governança Regional. Os dados enviados pelos municípios foram validados pela Goiás Turismo e homologados pelo Mtur. Os gestores municipais podem consultar e obter o certificado de adesão no site: mapa.turismo.gov.br.


Investimentos Públicos

O Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento no âmbito do Programa de Regionalização do Turismo que define a área a ser trabalhada, prioritariamente, pelo Ministério do Turismo no âmbito do desenvolvimento das políticas públicas. O mapeamento permite uma visão ampla do potencial turístico brasileiro, facilitando a gestão e a distribuição de recursos de forma mais eficaz.


Para o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, o Mapa do Turismo é um importante instrumento que reúne os municípios com potencial turístico. “Ele possibilita ao poder público a identificação das necessidades de investimentos e ações de promoção para cada região turística do estado”, completou.


Segundo o coordenador de estruturação de destinos e produtos turísticos da Goiás Turismo e interlocutor do Programa de Regionalização do Ministério do Turismo, Luciano Guimarães, o recorte territorial estimula os municípios a se organizarem através de regiões com características similares, fortalecendo a política pública local. “Todo município tem que fazer a lição de casa. São critérios obrigatórios a se cumprir. Alguns estão comemorando seja por entrar, pela primeira vez, para o Mapa ou por voltar a fazer parte dele”, informou.



Komentarze


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page