top of page

Jaraguá está entre 13 câmaras de vereadores em Goiás querem criar mais vagas

11/12/2022 (10hs23m) - Na esteira do legislativo de Goiânia, câmaras de 12 municípios no estado confirmam o interesse em aumentar número de vereadores; 19 cidades estão aptas a elevar quantidade de assentos, segundo levantamento do Jornal O Popular.


Sete delas dão como certa a apreciação do tema em plenário em 2023 ou já têm projetos neste sentido tramitando, enquanto outras seis afirmam que existe a intenção, mas que a discussão ainda é prematura ou que aguardam o censo do IBGE para pautar o debate sobre o assunto.


Isso ocorre porque o número de parlamentares é definido pela Constituição Federal, de acordo com faixas de habitantes, que vão de nove (municípios até 15 mil moradores) a 55 (municípios com mais de 8 milhões). No país, apenas São Paulo tem 55 parlamentares.


Em três Câmaras, os presidentes dizem que a intenção é aumentar o número de vagas, mas que as Casas vão esperar a publicação do censo do IBGE, cuja coleta de dados começou neste ano. São os casos de Indiara, Jaraguá e Nerópolis. “A pressão é grande por aumentar. Se houver possibilidade, vamos fazer”, diz Vantuir Rodrigues (UB), de Indiara.


Para Odair da Vizzado (PP), de Jaraguá, como o acréscimo de cadeiras na Câmara é constitucional, “não há problemas”. Já Júnior do Bida (PSD), de Nerópolis, diz que a Casa tem interesse em aumentar o número de parlamentares, mas vai esperar o censo.


Considerando apenas os salários dos vereadores das 13 cidades em que deve haver aumento da quantidade de cadeiras, o impacto financeiro das novas vagas deve ser de aproximadamente R$ 1,6 milhão por ano. O montante, porém, será maior.




  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page