• Folha de Jaraguá

Mesmo para carro usado o IPVA ficará ainda mais caro em 2022. Saiba porque

01/12/2021 (10hs02m) - A disparada no preço dos carros usados neste ano terá impacto direto no Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2022. Mesmo com a manutenção da alíquota, os motoristas devem ser surpreendidos quando o boleto chegar no ano que vem.

Para se ter uma ideia, um Gol modelo 2019 custava, em dezembro de 2020, R$ 38.067. Ou seja, o IPVA pago foi de R$ 1.142,01. O mesmo modelo, segundo a tabela Fipe, está, hoje, 26,76% mais caro. Assim, utilizando os valores atualizados, o IPVA atual seria de R$ 1.142,01 multiplicado por 126,76%, o que resulta no total de R$ 1.447,71.


No momento do cálculo real do imposto, a Secretaria de Economia (SEEC) utilizará como base uma tabela de preços que ainda será encomendada pela pasta.

Apesar do aumento do impacto no bolso do motorista, mais opções na hora de quitar o boleto serão oferecidas. A partir de 2022, o número de parcelamentos subirá de três para seis vezes. Quem preferir pagar à vista também poderá receber um desconto maior, pois ele aumentará de 5% para 10%.


A escassez de supercondutores afeta a produção de computadores, veículos e outros produtos em todo o mundo. Essa demanda foi disseminada pela pandemia da Covid-19 e, como reflexo no mercado interno, os custos de produção de automóveis dispararam e resultaram, por exemplo, no fechamento de diversas fábricas pelo mundo. No Brasil, a Ford encerrou parte de suas atividades no início do ano.


Acrescentando a alta proveniente do aumento da escassez de automóveis, o valor da inflação, que disparou durante os últimos meses, também alavancou uma escalada de preços que até mesmo carros considerados populares passaram a ser comercializados em patamares inacessíveis para boa parte da população.

De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) registrou crescimento de 9,84% no acumulado de 12 meses a partir de novembro deste ano. Essa taxa mede a variação nos valores de bens e serviços. O grupo de transportes, um dos utilizados para a mensuração desse dado, acumulou aumento de 17,63% nos últimos 12 meses.



  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif