top of page

Gracinha Caiado lança aplicativo Mulher Segura que permitirá denúncias online


17/05/2023 (09hs26m) - A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) apresentou o aplicativo Mulher Segura nesta terça-feira (16/05), em solenidade no auditório da pasta. Iniciativa se junta a outras medidas já em vigor, como o Pacto Pelo Fim da Violência Contra A Mulher, a criação da Delegacia Estadual de Atendimento Especializado à Mulher (Deaem), o Protocolo Todos Por Elas em bares e restaurantes, além da expansão do Batalhão Maria da Penha para todos os 246 municípios goianos.


As mulheres de Goiás contam agora com mais um reforço para sua segurança. Por meio do aplicativo, a mulher em situação de perigo poderá pedir ajuda, acompanhar o deslocamento da viatura e ter sua localização compartilhada com os policiais.

Mulher Segura


Durante o lançamento do aplicativo, Gracinha Caiado destacou o trabalho da atual gestão do Executivo no combate a este tipo de violência.


“O que nós temos feito com todas essas ações é ser ágil para que a mulher possa ter um maior respaldo. Essa nova tecnologia é completa e irá, sem dúvida nenhuma, prevenir tragédias, preservar nossas famílias e proteger as mulheres”. 


Para o superintendente de Tecnologia em Segurança Pública da SSP, coronel Sebastião Nolasco, o aplicativo não vai substituir as ações já existentes e sim somar.


“É mais um passo que o governo dá ao permitir que as mulheres tenham mais uma ferramenta para acionar a segurança pública nos momentos de perigo”.


A integração entre as forças de segurança e o rigor das ações do Estado são fundamentais para o aumento da segurança de mulheres em território goiano.


“Esse aplicativo vem para acrescentar a essas outras ferramentas e políticas públicas. Foi elaborado para que a segurança pública possa dar a resposta imediata que a mulher precisa”, ressaltou a delegada Ana Elisa Gomes Martins, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam).


Como funciona


O aplicativo está disponível gratuitamente tanto para aparelhos com sistema Android como para os que possuem o sistema iOS. Ele conta com login autenticado para todas as mulheres, acionamento de emergência para casos de violência e ainda sistema de georreferenciamento para localização mais precisa do chamado.


Para usar o aplicativo primeiro é preciso fazer um cadastro e autenticação de acesso; na tela principal há um botão de solicitação de ajuda; com o acionamento pela mulher, um atendente confirma a ocorrência e uma viatura policial é enviada para o atendimento emergencial.


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page