• Folha de Jaraguá

Goiás cria 14.634 empregos formais com carteira assinada em maio, aponta Caged

29/06/2022 (06hs41m) - Goiás criou 14.634 empregos formais em maio, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta terça-feira (28). Dos últimos dois anos de pandemia, o número é o maior para o mês. O setor que mais avançou no saldo foi serviços, com 5.823 postos de trabalho.


Nesse segmento, que registra crescimento no estado, as vagas estão distribuídas especialmente nas atividades de informação, comunicação e atividades financeiras, imoboliárias, profissionais e administrativas (2.382). Outro destaque é administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (1.676).


Além dos serviços, todos os outros setores apresentaram resultado positivo para o mês. As atividades econômicas da indústria alcançaram o segundo maior número na diferença entre admitidos e desligados, com 2.519 empregos formais. Em seguida, aparecem comércio (2.417), agropecuária (2.236) e construção (1.639).


Cenário nacional


No País, também houve crescimento, considerado acima das expectativas, com 277.018 vagas formais em maio. Goiás foi o estado com maior geração de empregos do Centro-Oeste. Um salto de 10,5% quando comparado ao desempenho em abril.


Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, todos os estados registraram saldo positivo, especialmente na região Sudeste, destaque para São Paulo (85.659 postos), Minas Gerais (29.970) e Rio de Janeiro (20.226).


Evolução do saldo de empregos formais em Goiás no ano de 2022


Janeiro: 12.335

Fevereiro: 17.028

Março: 6.607

Abril: 13.244

Maio: 14.634


Fonte: Caged



  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
IPTU AGOSTO.jpg
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif
900x170.gif