top of page

Goianésia pede socorro a Jaraguá por falta de viaturas do Samu para atender a população

30/11/2023 (09hs38m) - O vereador Paulo Henrique Naves, que foi diretor do Hospital Municipal de Goianésia usou a tribuna da Câmara Municipal de Goianésia para falar sobre o caso das ambulâncias do Samu de Jaraguá que estão atendendo Goianésia. Em sua fala, Paulo Henrique e outros vereadores cobraram empenho para que o problema seja resolvido, haja vista que a falta de ambulâncias na cidade compromete o socorro de pacientes que precisam dos serviços.


O médico Dr. Deyverson Rios em vídeo disse que muitas pessoas gostam de enaltecer Goianésia, mas que nem tudo por lá é como se imagina. Nesse momento quem está ajudado os pacientes da cidade vizinha é o SAMU de Jaraguá


Atualmente, a cidade de Jaraguá está realizando o atendimento de Goianésia, por falta de ambulâncias, caso que veio à tona, a partir do vídeo em que um médico do Samu de Jaraguá denuncia o caso.


“O prefeito Paulo Vitor de Jaraguá tem que cuidar da cidade dele, e tem que cuidar da nossa. Eu, sinceramente, fico muito triste com isso, porque as pessoas não confiam mais na nossa saúde pública”, disse Paulo Henrique. Que ainda denunciou em sua fala vários pontos negativos da saúde pública de Goianésia, segundo ele, negligenciados pelo atual prefeito Leonardo Menezes (PSDB) como equipamentos estragados, falta de atendimento, e sucateamento do hospital municipal, que havia pacientes deitados no chão, conforme imagem exposta para todos os vereadores durante a fala de Paulo.


“Você deixa de enfeitar uma cidade e de fazer um show, mas a prioridade é a saúde, eu não sou contra a cultura não, mas em primeiro lugar é a saúde. Isso é muito sério, a gente tem que se colocar no lugar dessas pessoas, porque a gente não sabe, porque isso pode acontecer com qualquer um de nós”, desabafou a vereadora Salete Carrilho, que comentou o assunto.


“Ontem eu estive acompanhando lá no UPA, mas infelizmente não tinha ambulância, eu liguei pro secretário Uelberson, disse que chegaria nove horas, mas como a gente viu que o caso é sério, a gente ligou em Santa Rita, e deu apoio pra nós aqui, a gente vê que em nossa cidade a ambulância tá pouca, porque realmente duas ambulâncias tá pouca. Eu “tô” com você também, pela fala do senhor também”, desabafou o vereador Edilson Cabecinha.




  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page