top of page

Garoto de programa mata arquiteto e usa rosto da vítima em aplicativo de banco

27/09/2023 (07hs14m) - No último dia 25 de setembro, um caso chocante veio à tona em Goiânia, envolvendo um jovem garoto de programa de 22 anos identificado como José Henrique. Ele foi preso sob suspeita de assassinar um homem e utilizar o corpo da vítima para efetuar a validação facial em um aplicativo de banco. O crime foi descoberto após o setor de segurança do banco receber fotos da tentativa de validação, onde um braço erguia o rosto da vítima.


Ao ser abordado pela Polícia Civil, José Henrique mentiu sobre sua identidade, mas as autoridades descobriram sua verdadeira identidade e constataram que o jovem era suspeito de outros crimes, como furto e estelionato. Até o momento, não foi possível contatar a defesa de José Henrique para obter sua versão dos fatos.


Os policiais conduziram o suspeito até o apartamento da vítima, acompanhados de uma zeladora do prédio onde o crime ocorreu. Lá, encontraram as chaves e a porta da suíte trancada. Após arrombarem a porta, descobriram o corpo da vítima no banheiro, com um crucifixo na mão e uma corda ao redor do pescoço. A Polícia Civil revelou que a cena foi meticulosamente forjada pelo suspeito para simular um suicídio.


José Henrique confessou o assassinato e admitiu ter tentado transferir valores acima de R$ 60 mil para sua conta bancária pessoal através de PIX, utilizando o cartão da vítima. Cerca de R$ 4 mil foram gastos em compras de relógios e celulares em um camelódromo do Setor Campinas.


As investigações continuam e as autoridades estão analisando o caso minuciosamente para determinar todos os detalhes.



Comments


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page