top of page

Com fim da isenção de impostos, litro da gasolina em Goiás subirá no início de 2023

26/12/2022 (12hs50m) - Do dia para a noite, o preço da gasolina deve subir, em média, R$ 0,68 em Goiás. O aumento ocorrerá a partir de 1º de janeiro devido ao fim da isenção de impostos federais que incidem sobre os combustíveis desde março deste ano, que não deve ser renovada para 2023.


Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Goiás (Sindiposto), Márcio Andrade, nem a atual gestão nem o governo de transição se manifestaram no sentido de manter a retirada da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) e do PIS/Confis sobre os valores. Apenas a cobrança de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) segue temporariamente congelada.


Além da gasolina, o Sindiposto estima alta de R$ 0,24 no preço do etanol e de R$ 0,33 no litro do diesel comercializado em Goiás. “A alta vem já em 1º de dezembro, quando os postos começam a comprar os combustíveis com o preço majorado. Importante ressaltar é que esse aumento não vai ser gradativo, mas vai vir de uma vez”, afirma.


Adiar a decisão, de acordo com Márcio Andrade, refletirá diretamente no bolso do consumidor. “Depois da posse, o imposto já começa a ser cobrado. Não há como, por exemplo, a distribuidora faturar no dia 1º ou no dia 2 com o mesmo preço de hoje se não tem uma publicação de uma medida que mantém a isenção”, reforça.


De acordo com ele, o poder público argumenta que precisa da arrecadação e que pode fechar o próximo ano com as contas no vermelho sem a cobrança. “Eles estão ciente do problema, mas existe, por outro lado, a necessidade do país e do estado arrecadarem. Saímos de lá sem uma perspectiva de manutenção antes da virada do ano”, expõe.



Comments


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page