top of page

Carro elétrico com Ex-ministra é guinchado após ficar sem bateria em rodovia em Goiás

31/05/2024 (09hs35) - Cristiane Britto, advogada e ex-ministra de Estado da Mulher, Família e Direitos Humanos, compartilhou em uma rede social o perrengue que passou após seu carro elétrico descarregar na BR-060, em Goiás. Cristiane disse que o carro descarregou a bateria quando o painel ainda indicava uma autonomia de 20 km.

 

“O Brasil não está preparado, infelizmente, para carros elétricos”, reclamou Cristiane. No vídeo, a ex-ministra relatou que estava na rodovia perto de Alexânia. Cristiane criticou o atendimento da fabricante do veículo e comentou que a concessionária da rodovia poderia levá-la até um posto de combustíveis, o que não resolveria seu problema.

 

“Quando solicitei assistência, eles disseram que só poderiam me levar até um posto de gasolina, mas não até o ponto de recarga que estava a menos de 10 km”, reclamou.


“Um alerta sério para os proprietários de BYD: o percentual de carga de bateria indicado no painel não corresponde à quilometragem a ser percorrida, o que induz o motorista a erro!”, completou Cristiane.

 

Em nota, a BYD Brasil lamenta o ocorrido com a ex-ministra e afirma que aconteceu uma falta de planejamento da motorista, não um problema no veículo. A empresa explicou que veículos elétricos consomem mais energia na estrada e que o estilo de direção pode alterar a autonomia exibida. Sobre o atendimento, a BYD ponderou que segue procedimentos que não cobrem falta de carga na bateria.

 

A Triunfo Concebra, concessionária da via, informou, em nota, que o "procedimento padrão de remoção e socorro emergencial mecânico visa remover o veículo para o ponto de apoio mais próximo e não até o destino final da viagem, pois os recursos disponíveis são dedicados a atender todos os usuários da rodovia que possam estar em situações de emergência.

 

A publicação, feita no dia 16 deste mês, viralizou. O post conta com mais de 6 milhões de visualizações, 167 mil curtidas e 41 mil comentários. Após a publicação, a BYD entrou em contato com a ex-ministra pedindo desculpas pela falha no atendimento do BYD Assistance e orientou que ela procurasse a concessionária que me vendeu o veículo para verificar o desempenho da bateria. Créditos G1.Goiás


 

コメント


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page