• Folha de Jaraguá

Briga de cães em Petrolina leva dono a responder por omissão de guarda de animal perigoso

19/05/2022 (21hs02m) - O dono de um cachorro em Petrolina de Goiás, o aposentado, Adair Neias de Carvalho, está respondendo na justiça a infração penal prevista no Art. 31 da LCP (Lei de Contravenções Penais) por Omissão de Guarda de Animal Perigoso – consumado. O episódio é de 2021, mas só agora está caminhando para o seu deslinde.


O histórico da ocorrência que gerou a infração destaca que o cachorro de Adair Neias, que seria de grande porte, atacou um cachorro de menor porte em frente ao pelotão da PM e a Polícia Civil, o animal apelidado de Negão (a vítima), é cego, teria se machucado muito, precisando de cuidado veterinário e medicação. A acusação diz que o cachorro de grande porte que tem apelido de Lula, de propriedade de Adiar Neias, passa pelo local quase todos os dias, em passeio com o dono, sem guia de contenção.


Acionado pela justiça, Adair Neias disse que está com (Lula) o cachorro há cerca de 6 anos, após encontra-lo abandonado na Rodoviária de Petrolina, desde então se afeiçoou com a animal e cuida dele. Disse que sempre que sai para rua, Lula vai atrás, e que de fato os cães; Lula e Negão (animal cuidado pela PM e Polícia Civil) brigam e justificou que não tem culpa, afirmando que são do mesmo tamanho. Adair Neias disse que a noite Lula fica preso em um lote de sua propriedade e não sai para a rua.


O processo contra Adiar Neias agora está no juizado Especial Criminal (Normal) e terá audiência dia 31/05/2022, que será realizada por videoconferência.



  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
CAMPANHA IPTU.jpg
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif