top of page

Bolsonaro pede aplausos para Elon Musk e diz dono do X/Twitter preserva liberdade

21/04/2024 (11hs54m) - O ato em defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no Rio de Janeiro, neste domingo, 21, foi marcado por acusações de parcialidade contra o o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), críticas ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ao presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e por manifestações de gratidão ao empresário Elon

Musk, dono do X, da Tesla, da Spacex e da rede de satélites Starlink.


No discurso, Bolsonaro disse que o empresário é um "mito da liberdade" e fez críticas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a equipe de governo do petista.


O ex-presidente, alvo de investigação por tentativa de golpe de Estado, terceirizou a aliados os ataques a Moraes e sugeriu que a pressão que vem sofrendo seria para “concluir o trabalho de Juiz de Fora", onde foi vítima de uma facada em 2022. Via Estadão



コメント


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page