top of page

Após acusações e ameaça de CPI, governo Lula anula leilão do arroz

11/06/2024 (13hs56m) - Alem da anulação, Lula quer afastar e investigar envolvidos no leilão do arroz

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto, informou, nesta terça-feira (11/6), que o governo Lula (PT) decidiu anular o leilão público responsável por comprar 263 mil toneladas de arroz.


A decisão foi tomada após as empresas arrematadoras do leilão apresentarem “fragilidades” para realizar a importação do alimento.


“A decisão é anular esse leilão e proceder novo, mais ajustado, para contratar empresas que possam entregar arroz de qualidade no melhor preço”, disse Pretto.


Ainda de acordo com o presidente da Conab, não há data definida para o novo leilão.

“Começaram os questionamentos se essas empresas têm capacidade técnica e financeira de honrar os compromissos com a quantidade expressiva de dinheiro público”, disse.


“Pretendemos fazer um novo leilão, quem sabe em outros modelos, para que a gente possa ter as garantias que vamos contratar empresas com capacidade técnica e financeira”, explicou Pretto.


O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, pediu demissão do cargo após as denúncias de ligação dele e do filho com envolvidos no leilão de arroz da Conab. A saída de Geller foi aceita e confirmada pelo ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, na saída da reunião no Palácio do Planalto, no fim da manhã desta terça, 11.




コメント


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page