top of page

Advogada de Goianésia morre após ter complicações depois de fazer cirurgia bariátrica

01/03/2024 (08hs45m) - Simone Maria da Silva, advogada e coordenadora pedagógica, teve complicações após uma cirurgia bariátrica e morreu, em Goianésia no Vale do São Patrício.

Conforme a família, a mulher teve infecções, causadas pelo rompimento de uma das suturas do estômago.


A Polícia Civil (PC) informou que o caso será investigado e que a família da vítima será intimada para prestar depoimento. A Polícia Científica não informou qual foi a causa da morte.


A sobrinha Lara Caroliny diz que a tia sonhava em fazer a cirurgia, porque sempre sofreu com muitas críticas e brincadeiras de mau gosto sobre sua aparência. Simone passou pela bariátrica no dia 19 de janeiro no Hospital Santa Luzia na cidade de Goianésia.


A advogada entrou no centro cirúrgico às 17h e saiu às 01h30, mais de oito horas de cirurgia. “Era uma conquista para ela. Depois de tantas críticas, tantos apelidos, ela resolveu fazer a bariátrica", contou a sobrinhada vítima.


No pós-operatório Simone reclamava de dores. Dois dias depois, segundo Lara, o médico identificou infecções e pediu que a advogada fosse internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Carlos, em Goiânia, para ter um atendimento mais cuidadoso e completo. Ela teve uma melhora e foi liberada para o quarto uma semana depois.


"Ela ficou uma semana no quarto, quando foi na quinta-feira resolveram refazer a bariátrica dela para tirar a infecção, pois estava muito infeccionado. Fez e ela voltou para a UTI e não saiu mais", lamentou Lara.



Comments


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
ACIJ.png
laclin.JPG
PATROCÍNIOS
midia-top-2022.gif
bottom of page