PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Vigilante temporário rejeita oferta de propina feita por preso no presidio de Jaraguá


Um detento, que cumpre pena por roubo, ofereceu dinheiro a um Vigilante Penitenciário Temporário (VPT), de 19 anos para ter acesso a um celular, durante o plantão de quarta-feira, 30/10, na Unidade Prisional (UP) de Jaraguá. O servidor, que está a nove meses trabalhando no local, recusou a tentativa de suborno e avisou, de imediato, a direção para as providências cabíveis.

De acordo com o Supervisor de Segurança, Silas Antônio, o fato ocorreu no momento em que o VPT realizava procedimentos operacionais de rotina, quando foi chamado insistentemente pelo preso que cumpre pena no local com base no artigo 157 do Código Penal Brasileiro, o qual lhe propôs dinheiro para que facilitasse a entrada de um aparelho celular.

O detento foi conduzido à Delegacia local da Polícia Civil para as devidas providências. A direção da UP abriu procedimentos administrativos internos para apuração do ocorrido na unidade pertencente à 7ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

Após as averiguações, foram aplicadas, ao detento, as sanções disciplinares cabíveis em lei. De acordo com Silas Antonio, a atitude do servidor reflete da conduta moral pautada pelo Governo do Estado para administração penitenciária.

#Vigilantetemporáriorejeitaofertadepropinafei

Campanha-covid-saude-estado01.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá