• Folha de Jaraguá

Secretário consegue acordo entre Lavanderias e o Ministério Público de Jaraguá


Depois que o Ministério Público, através do promotor Everaldo Sebastião de Souza, se manifestou sobre a questão envolvendo o Córrego Monjolinho, com a possibilidade de um novo processo judicial que poderia até mesmo levar ao embargo das lavanderias, que ainda não fizeram o trabalho de recuperação do córrego. O Secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo de Jaraguá, Bruno Cesar, procurou os empresários e o MP, para negociar uma solução para o problema. E na semana passada foi assinado um acordo entre as partes envolvidas.

De acordo com o Secretário Bruno César, as empresas se comprometeram já para os próximos 30 dias contratar um sistema de reaproveitamento da água e começar as obras, o investimento, segundo ele, vai garantir que o Córrego Monjolinho, será preservado daqui pra frente. “O que não for possível ser reaproveitado, será lançado com 90% de tratamento, atendendo aos parâmetros da legislação ambiental. Assim que estiver funcionado o promotor irá vistoriar o tratamento e dar a palavra final” ponderou.

Bruno César afirma que esses investimentos já acordados com a Associação das Lavanderias da Rua 10, com a anuência de todos os empresários poderão por fim a poluição do Córrego Monjolinho. “Acredito que essa seja a solução ideal para todos, até mesmo o consumo de água para as lavanderias será menor. Muitos compram água das empresas de caminhão Pipa, mas com o reaproveitamento esse volume vai diminuir. Isso irá gerar economia, tanto nos custos com tratamento quanto na aquisição de água. Agora basta colocarem em prática” comentou.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá