PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

EcoVip arcará com prejuízos de incêndio e continuará recolhendo retalhos em Jaraguá


Quatro dias após o incêndio criminoso que destruiu o galpão da empresa EcoVip, na Av. Bernardo Sayão em Jaraguá, o representante de empresa Kelisson Nogueira Evangelista, disse que o recolhimento de retalho continuará normalmente, em uma sala no mesmo prédio, onde o fogo não danificou a estrutura.

Ele afirmou que a empresa irá arcar com todos os prejuízos provocados pelas chamas, o que pode custar entre 20 e 30 mil reais “Ainda não temos um orçamento definido, mas a estrutura do prédio é muito boa e nós vamos recuperar tudo o que foi danificado pelo fogo” disse.

O Subsecretário de Meio Ambiente, Antônio Menezes, assumiu uma parcela de culpa pelo que ocorreu, reconhecendo que a exposição dos sacos de retalhos na calçada levou a essa situação, o que poderia ter sido evitado. No entanto ele fez um pedido para que os confeccionistas parem de enviar lixo, misturado com os retalhos. “Não se admite mais materiais recicláveis em aterro sanitário, os empresários precisam colaborar e entender que é preciso separar as coisas” afirmou.

Antônio Menezes, lembrou também que muitos confeccionistas deixaram para levar os retalhos após o horário de funcionamento, o que agravou a situação. “Vamos ficar mais atentos e corrigir os erros” concluiu. Kelisson Nogueira afirmou que além de continuar em Jaraguá, a empresa esta pagando R$ 0,40 (quarenta centavos) por kg de retalho PT Branco e cru.

#EcoViparcarácomprejuízosdeincêndioecontinua

01 BANNER-DISPLAY-300x250-06.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá