• Folha de Jaraguá

Duas toneladas de carnes improprias são apreendidas em Rianápolis


Policiais Civis de Rialma, coordenados pelo Delegado Matheus Costa Melo, com o apoio da Agrodefesa e Polícia Técnico Científica, desencadearam, na manhã de sexta-feira 23 de agosto, a operação “Carne Podre”, fecharam entreposto clandestino, situado na cidade de Rianápolis, e apreenderam aproximadamente 2 toneladas de carnes impróprias ao consumo e nocivas à saúde humana.

De acordo com informações do delegado Matheus Costa Melo, durante o cumprimento dos mandados foi localizado uma câmara fria na residência do comerciante R.A.T. contendo carne clandestina, parte dela impregnada de moscas, sem identificação, rótulo ou carimbo de comprovação de origem, tudo constatado por fiscais e peritos criminais.

De acordo com as investigações, as carnes eram revendidas em supermercados de Ceres, Rialma e região. Donos de supermercados serão intimados a prestar esclarecimentos na Delegacia. Todo produto foi apreendido por fiscais da Agrodefesa e inutilizados no lixão de Rianápolis.

O comerciante foi autuado em flagrante pela prática do crime previsto no art. 7, parágrafo único da lei 8.137/90 c/c art. 18, £6, inc. II e III da lei 8.078/90. A polícia não divulgou o nome do comerciante.

Participaram da operação os policiais civis Claudinei Araújo, Fábio Gonçalves, Arcério Borges e Thiago Coutinho; os fiscais da Agrofedesa Erica Gomes, Saulo Alvim e Antônio Vinicius; e a perita criminal Caroline.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Campanha-covid-saude-estado01.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá