PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Goianésia registra dois homicídios em menos de 24 horas no fim de semana


De acordo com site Meganesia, no sábado, 20 de julho, foi registrado o segundo homicídio em menos de 24 horas em Goianésia, com o assassinato de Renato Quintino de Andrade, de 32 anos, morto em seu quarto proveniente de um tiro certeiro no lado esquerdo do peito. Informações dão conta que no momento do crime a vítima se encontrava deitada em uma rede na área de sua casa localizada na Rua 36A, contra esquina com a Rua Palmeiras, Parque Araguaia, quando o atirador invadiu e realizou um disparo contra ele que ainda conseguiu correr para dentro de seu quarto.

A esposa da vítima estava no banheiro e ao ouvir o barulho do disparto saiu para ver o que estava acontecendo e deu de cara com o atirador que apontou a arma em direção a sua cabeça, momento em que Renato, mesmo ferido empurrou a esposa e o atirador então lhe deu mais um tiro.

Após ver que havia obtido êxito na execução, o bandido evadiu tomando rumo desconhecido em uma motocicleta que o aguardava em frente à residência. O Serviço de Emergência da cidade foi acionado e chegando ao local já encontrou Renato Quintino sem sinais vitais.

Com a chegada da Polícia Militar, o ambiente foi isolado no sentido de aguardar a chegada da Polícia Técnico-Científica para realização de perícia e posterior liberação do corpo ao Instituto Médico Legal - IML. Somente após os exames cadavéricos é que será possível dizer o tipo de arma e quantos disparos alvejaram a vítima.

Segundo a polícia, Renato Quintino possui passagens por tráfico de drogas e havia sido preso em abril deste ano durante a Operação #PC27 deflagrada em todo país pela Polícia Civil por força de mandado de prisão.

Renato Quintino seria mais um dos nomes que estariam na “lista da morte” de uma facção criminosa que começou a ser executada no início do ano onde pelo menos 03 pessoas foram mortas. A Polícia Civil já investiga o caso. Este foi o 10º homicídio do ano em Goianésia.

Homicídios em Goianésia em 2019

1ª MORTE – Foi registrada na sexta-feira, 19, Alexandre Alecrim Guimarães, o Duba, de 30 anos, foi morto a tiros dentro de sua mercearia localizada na Rua 9A, Residencial Paulo Dias, região oeste de Goianésia. A perícia terminou agora a pouco e as primeiras informações dão conta de que no local foram encontrados 11 capsulas de pistola ponto quarenta, e 04 de pistola 9 mm.

A polícia foi informada que dois homens chamaram no portão, uma vez que a mercearia já se encontrava fechada. Em seguida eles arrombaram o portão e atiraram contra a vítima que não teve tempo de reação. Ele foi alvejado no peito, costas e cabeça. A Polícia Militar isolou o local até a chegada da Polícia Técnico-Científica.

MAPA DO CRIME EM GOIANÉSIA

1º - Erick Wevertton Alves Fernandes, de 20 anos. Morreu no dia 29 de janeiro no Hospital de Urgências de Anápolis - HUANA - depois de ser baleado na Rua 25 Norte, Bairro Carrilho, na noite anterior.

2º - Janderson Luiz Ferreira, de 31 anos, foi alvejado por quase 30 disparos de arma de fogo (9 mm e 380) em um bar no Bairro Amigo.

3º - Carlos Afonso dos Santos, de 28 anos, foi alvejado por vários disparos de arma de fogo (calibre 380) em sua residência na Rua 51, Bairro Muniz Falcão, chegou a ser conduzido para a Unidade de Pronto Atendimento - UPA - mas não resistiu aos ferimentos.

4º - Willian Rodrigues, de 23 anos, foi morto com 05 tiros de pistola calibre 380 na Rua 03, próximo à Rua 04, Bairro Amigo.

5º - Osmar do Couto, de 52 anos, foi morto com disparos de arma de fogo após se desentender com seu colega de trabalho no Assentamento Vitória, Zona Rural de Goianésia.

6º - Jairo Macedo de Sousa, de 22 anos, morreu no início da noite de domingo, 28, uma semana depois de ser esfaqueado em um bar, na Avenida Contorno, Bairro São Cristóvão.

7º - Marcos Vinícius F. Machado Borges, de 14 anos, morreu após ser esfaqueado durante uma festa maína no Clube do Gasa depois de ser esfaqueado na noite do dia 11 de maio.

8º - Lúcio Monteiro Alves da Silva, de 27 anos, morreu no último dia 13 vítima de bala perdida após ser alvejado com pelos menos dois disparos em um bar no Bairro Amigo durante um tiroteio no dia 16 fevereiro.

9º - Alexandre Alecrim Guimarães, o Duba, de 30 anos, morto com vários disparos de pistola .40 e 9 mm na noite do dia 19 de julho, no Residencial Paulo Dias.

#Goianésiaregistradoishomicídiosemmenosde24

midia02.png
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá