PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Prefeito de Pirenópolis diz que desconhecia esquema que levou secretários a prisão


Em entrevista à Rádio Sucesso, o prefeito de Pirenópolis, João do Léo (DEM), falou sobre as prisões de secretários e assessores, denunciados por suspeita de fraude em licitações. Ele disse que foi pego de surpreso com a notícia e pede que as pessoas julguem somente após a conclusão das investigações.

“Até onde eu sei é ainda uma denúncia, a polícia está apurando, eu fico atordoado com essa situação, mas temos que seguir em frente com a gestão por uma Pirenópolis melhor”, disse, ao reiterar que sabe tanto sobre o caso quanto a imprensa.

Segundo o democrata, os processos licitatórios eram feitos por um técnico que ele designou para a função. “Eu não acompanho e não participo dessas licitações”, afirmou ao reiterar que não faz parte do esquema. “Tenho orgulho do caminho que percorri até aqui”, sublinhou.

Leo, no entanto, diz que vai permanecer ao lado das pessoas que escolheu para trabalharem com ele na gestão, independente dos atos que possam ter cometido. “São pessoas de minha confiança, que eu convidei, e agora eu tenho que esperar para ver se essa situação é verídica”, explicou.

Sobre possíveis medidas a se tomar, caso se comprove a fraude, o prefeito preferiu se resguardar. “Tenho que aguardar o andar de toda a ação, esperar apurar a consolidação dos fatos, e aí, sim, caberá a mim tomar essa responsabilidade”.

Além disso, o democrata informou que seu assessor jurídico está acompanhando o desenrolar de tudo para que possa lhe dizer o que pode ou não ser feito. Por fim, ele pediu que as pessoas não façam pré-julgamentos. “Fico muito preocupado com as famílias, que são quem mais sofre”, apelou. (Texto Jornal Opção)

#PrefeitodePirenópolisdizquedesconheciaesquem

midia02.png
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá