• Folha de Jaraguá

Presos em Jaraguá fazem motim e polícia é chamada para conter destruição de celas


A polícia militar foi acionada na noite de terça-feira, 22 de janeiro, para conter um princípio de rebelião na cadeia pública de Jaraguá. O repórter Dude Bill, esteve no local e conversou com familiares dos detentos que afirmaram que estava faltando às condições básicas para os presos, inclusive água e energia. Um vídeo circulou nas redes sociais, onde os presos faziam protesto com palavras de ordem e gritavam o nome do Comando Vermelho.

Com a chegada dos policiais militares e uso de bombas de efeito moral, a situação foi controlada por volta das 22hs. A informação é de que Caio César, deixou o comando da Unidade Prisional de Jaraguá, ainda não foi divulgado o nome do novo diretor. Todos os detentos foram levados para o pátio e feita a contagem.

Uma mulher, parente de um detento que não se identificou falou com o repórter Dude Bill, denunciando que os presos estão sendo maltratados pelos agentes carcerários, afirmou que a comida é de péssima qualidade e que a rebelião só ocorreu porque foi cortada a água e energia. “Eles tinham que fazer isso mesmo” afirmou, em apoio à manifestação.

Campanha-covid-saude-estado01.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá