PATROCÍNIOS
  • r2soft

Sem receber a 4 meses da Prefeitura de Jaraguá, transportadores escolar pedem apoio ao MP


Com atraso de quatro meses e sem condições de trabalho, os profissionais do transporte escolar se viram obrigados a abrir um procedimento contra a Prefeitura de Jaraguá, junto ao Ministério Público. Na segunda-feira, 7 de janeiro, representantes da categoria foram ao fórum pedir socorro aos promotores Priscila Leão Tuma e Everaldo Sebastião de Souza. Eles alegam que estão passando por necessidades em casa, não tem mais recursos para pagar as parcelas dos veículos e muito menos dar manutenção.

Carlos Santos, que falou em nome dos demais profissionais, afirmou que se os pagamentos não forem regularizados até o dia 21 de janeiro, eles não terão condições de retornar ao trabalho, porque falta dinheiro até para abastecer os veículos. Em setembro, eles receberam 50% do valor devido e depois disso nunca mais receberam nada. “Nossa situação é de extrema dificuldade financeira e só nos restou procurar o Ministério Público, porque essa é a nossa única esperança” frisou.

O Prefeito Zilomar Antônio de Oliveira (PSDB) e a Secretária de Educação, Lilian Amaral Brandão, dizem que os repasses estão atrasados, porque também não receberam do Governo Estadual e que o volume pendente é superior as 500 mil reais. Por outro lado, os transportadores escolares, dizem que não é só o Estado que esta atrasando os pagamentos, mas também o próprio município e que o pouco que receberam foi do repasse federal.

O promotor de justiça, Everaldo Sebastião de Souza ouviu as demandas dos transportadores e a assessoria da promotora Prisicila Leão Tuma, tomou a termo, as reclamações dos profissionais do transporte escolar e convocou uma reunião com o Procurador Geral do Município, Euclides Neto, com o Secretário de Finanças, Silvano de Oliveira Martins e com o Prefeito Zilomar Oliveira para ocorrer no máximo até a próxima segunda-feira, 14 de janeiro. “Vamos buscar uma solução para não prejudicar as crianças na volta às aulas e também para não sacrificar ainda mais esses trabalhadores” disse o promotor.

#Semrecebera4mesesdaPrefeituradeJaraguátr

midia02.png
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá