By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá

PATROCÍNIOS
  • r2soft

Mulher em Rianápolis é presa suspeita de roubo de cargas na Operação Malta


Polícia Civil por intermédio da DECAR, deflagrou a operação Moral Alta, dando cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de Maria Aparecida Tinoco, que segundo a polícia, faz parte de uma organização criminosa especializada em roubos de cargas de tecidos, receptação e corrupção ativa.

De acordo com a Polícia Civil de Rialma, em investigação de roubo e receptação de cargas roubadas, objeto de inquérito policial, chegou a cumprir mandado de busca e apreensão na casa dela em Rianápolis. A suspeita se encontra presa na Unidade Prisional.

Maria Aparecida Tinoco é mãe e sócia em negócios delitivos de Alex Alves Tinoco, que de acordo com a polícia, é líder da organização criminosa e responsável por comandar vários esquemas de roupas falsificadas em estabelecimentos comerciais localizados na Rua 44 em Goiânia, onde revendia as cargas de roupas por ele subtraídas em outros estados.

A polícia informa que a organização liderada por Alex Tinoco, causou prejuízos que ultrapassam a cifra de dois milhões só este último semestre. A polícia informou que a base estrutural da organização ficava em uma fazenda localizada em Rianápolis, onde existia um galpão que servia para a estocagem das mercadorias surrupiadas, gerenciado por Maria Aparecida Tinoco.

Alex Alves Tinoco, segundo a polícia se apresenta como empresário bem sucedido, utilizando-se de identidade falsa e afamado por ter amigos policiais e por ameaçar de morte quem se “atreve” em atrapalhar seus negócios!

A prisão preventiva de Alex Alves Tinoco está decretada em razão de investigação realizada pela DECAR. O mesmo encontra-se foragido! Qualquer informação sobre seu paradeiro poderão ser repassadas por intermédio do 197.

#MulheremRianápolisépresasuspeitaderoubode

GIF-JARAGUA.gif
petro-arabe2-17-8.gif