By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá

PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Sem gerador na subestação da Saneago, falta de energia deixa Jaraguá sem água


Sem ter sua concessão renovada por mais 30 anos, a direção estadual da Saneago, tentou durante todo o primeiro semestre que a câmara municipal, via prefeitura, aprovasse a toque de caixa, a renovação para continuar administrando a rede de água e esgoto de Jaraguá. Os vereadores questionaram, fizeram cobranças de dados e transparência para a Saneago, que não respondeu e o projeto empacou. Por enquanto a empresa esta operando sem a renovação, portanto de forma precária.

Há dias a população reclama da falta constante de água, e muitas das vezes, por incrível que parece o problema é a falta de energia elétrica. Na manhã de terça-feira, 13, a direção local da Saneago informou que o bombeamento em Jaraguá estava paralisado por falta de energia elétrica desde as 23hs de segunda-feira, 12 novembro. E avisou “O fornecimento de água será normalizado, assim que retomada a energia. A Saneago solicita a compreensão dos consumidores e orienta para o uso moderado da água tratada” frisa a nota.

FALTA DE GERADOR

O Enel, distribuidora de energia elétrica em Goiás, é a pior companhia do Brasil, não respeita o consumidor goiano, fatura bilhões e não investe o que manda o contrato de concessão. Por hora, as ações de multa propostas pelo Ministério Público não surtiram nenhuma efeito contra a empresa que faz o que quer.

Mas a falta de água em Jaraguá poderia ser amenizada se a Saneago, fizesse os investimentos necessários. Por exemplo, a empresa arrecada mais de 12 milhões de reais por ano no município e é incapaz de comprar um gerador para colocar na subestação de tratamento de água. Já que não temos energia constante por parte da Enel, é responsabilidade da Saneago comprar um gerador. Está passando da hora.

#SemgeradornasubestaçãodaSaneagofaltadeene

GIF-JARAGUA.gif
petro-arabe2-17-8.gif