PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Leirso rebate Zilomar e diz que não há no TCM defesa de nota superfaturada na saúde


O vereador Leirso Cordeiro (PSB), respondeu ao Prefeito Zilomar Oliveira (PSDB), da tribuna da câmara sobre uma entrevista que ele deu a Rádio Cidade, no programa chamado Café com o Prefeito. Nela o chefe do executivo teria afirmado que a denúncia feita pelo vereador de superfaturamento de uma nota fiscal da Secretaria Municipal de Saúde, no inicio do ano passado, não tinha procedência e que estava tudo aprovado em um relatório do TCM – Tribunal de Contas dos Municípios.

No entanto, o vereador disse que não há absolutamente nada no site do Tribunal e que ligou no TCM e uma funcionária, lhe disse que o relatório (processo) esta em andamento na área de licitação do tribunal. “Eles não tem a conclusão sobre essa denúncia. Então não sei de qual relatório (laudo) que o prefeito quis falar, porque esse não foi. Se ele tiver, que me mande a cópia, porque está faltando a verdade nessa questão” frisou.

O vereador disse nunca foi ao Ministério Público fazer denúncia contra o prefeito, mas que apresentou a nota fiscal durante sabatina na câmara com o secretário de finanças, Silvano de Oliveira Martins, que ficou de lhe dar uma resposta e não o fez. E esclareceu que foi chamado via ofício pelo Ministério Público e apresentou a documentação, onde também foi perguntado sobre os questionamentos feitos sobre os contratos de alugueis e de um carro contratado em nome da Ex-secretária de Saúde, Fabiana Lopes.

FARPAS

Leirso lamentou as argumentações do Prefeito Zilomar Oliveira, que disse que ele, só se elegeu por causa de sua estrutura política. “Fui eleito, primeira agradeço a Deus, as pessoas que confiaram em mim e os meus colegas de chapa” pontuou. O parlamentar disse que a estrutura que lhe foi oferecida, foi à mesma para os demais candidatos “Fico chateado quando dizem que usei estrutura de partido ou da campanha” lamentou.

O vereador denunciou que perfis falsos foram criados nas redes sociais para ataca-lo. E ainda afirmou que um interlocutor do Prefeito Zilomar Oliveira, lhe procurou para marca uma conversar entre os dois. “Eu disse que o prefeito tem meu telefone e pode ligar. Ele esteve aqui na câmara e não quis falar comigo, depois vai à rádio e diz que estou correndo dele. As verdades precisam ser esclarecidas” frisou.

Ainda sobre a famigerada nota fiscal, Leirso fez duas ressalvas. “Jamais disse que o prefeito ou que qualquer funcionário roubou, não coloquei a honestidade dele em questão. Mas se o preço de tabela é 30 e você paga 40, qual é o nome disso? É superfaturamento, não tem outro nome para eu usar, se tiver um nome mais bonito, alguém me fala, mas não tem.” alfinetou.

Sobre seu distanciamento do prefeito, Leirso disse que após a eleição o prefeito lhe ofereceu uma secretaria e ele recusou. Mas que a situação se agravou na disputa para a presidência da câmara. “Ele vai lembrar bem do dia da posse, da ligação que ele fez pra mim. O nosso problema começou naquela ligação, ali começou a mudança da minha relação com ele” disse. Leirso ainda reclamou das afirmações feitas por Zilomar Oliveira, de que ele era tutelado por Lineu Olímpio e também pela vice Simone Margarete e Zecão Pães.

VÍDEO

#LeirsorebateZilomaredizquenãohánoTCMdefe

01 BANNER-DISPLAY-300x250-06.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá