PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Professor de dança é preso após enviar material pornográfico a menina de 13 anos


De acordo com nota enviada pela polícia a imprensa, na manhã, de terça-feira, 28 de agosto, um casal procurou a Delegacia da Polícia Civil e noticiou que um conhecidíssimo professor de dança da cidade de Jaraguá tinha enviado, por WhastApp, um vídeo pornográfico para a filha adolescente. Os fatos se deram no final da noite de segunda-feira, 27.

Imediatamente, os policiais civis saíram em diligência e conseguiram prender o professor de dança. Ele foi identificado como sendo Adair César Alves Balbina. Ele foi autuado em flagrante pela prática do crime previsto no artigo 218-A do Código Penal em sua forma tentada, uma vez que, por circunstâncias alheias à vontade do criminoso, a vítima não chegou a ver o vídeo.

Em entrevista a Wellington Marques (Rádio Sucesso FM), o pai da vítima, disse que a primeira atitude que tomou foi procurar o promotor de justiça, Everaldo Sebastião de Souza, que estarrecido com os indícios de prova, orientou que fosse procurada a polícia civil, para que as medidas criminais cabíveis fossem tomadas. "É uma situação terrível que deixou a todos nós abalados" frisou.

De acordo com o pai da vítima, que tem 13 anos, depois que sua esposa descobriu o envio do material pornográfico, eles começaram a conversar com o professor como se fosse a menina. O que colaborou para a demostração cabal do delito praticado. A defesa de Adair César ainda não se manifestou.

#Professordedançaépresoapósenviarmaterialpo

midia02.png
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá