PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Polícia Civil elucida homicídio de João Victor Barbosa, mas autor está foragido


Após quase quatro meses de investigação a Polícia Civil de Jaraguá conseguiu elucidar um homicídio, ocorrido no dia 8 de abril 2018, que vitimou a pessoa de João Victor Barbosa Silva, que foi covardemente assassinado. O autor, sem dar qualquer chance de defesa para a vítima, já chegou atirando. Após a consumação dos fatos, os policiais civis iniciaram as diligências e conseguiram descobrir o autor desse crime de sangue.

De acordo com nota da polícia enviada à imprensa, o responsável pelo homicídio é Fabrício Borges Antunes. Segundo as investigações a motivação do crime foi um desentendimento entre vítima (João Victor) e algoz.

Fabrício Borges, já teve uma prisão temporária decretada e, agora, a Polícia Civil representou pela conversão de sua prisão temporária em prisão preventiva. Atualmente, o assassino encontra-se em local incerto e não sabido, foragido da justiça.

O delegado Glênio Ricardo, solicitou o apoio da sociedade jaraguense para repassar informações do paradeiro de Fabrício Borges para que ele possa ser preso e responsabilizado pelo crime hediondo que cometera.

MAPA DO CRIME EM JARAGUÁ EM 2018

1º HOMICÍDIO - Jaraguá contabilizou seu primeiro homicídio de 2018, no domingo, 14 de janeiro, com a morte Kassio Elbis Ribeiro da Silva, 27 anos, ocorrida no início da tarde no Distrito de Alvelândia, a cerca de 39 km da cidade. Dois homens chegaram em uma moto e começaram a efetuar disparos contra a vítima que ainda tentou correr, mas caiu e recebeu outros tiros. O caso ainda não foi elucidado pela polícia civil. 2º HOMICÍDIO – O segundo assassinato de 2018, ocorreu na tarde de quarta-feira, 14 de fevereiro, quando o jovem Danilo Louzada Matias, que estava em um Bar na Vila Isabel, na região norte de Jaraguá foi alvejado com vários tiros. Dois homens em uma moto passaram na porta do estabelecimento comercial, deixaram a moto estacionada na esquina e foram até o bar efetuaram os disparos. O caso ainda não foi elucidado pela polícia civil. 3º HOMICÍDIO – Na sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018, foi registrado o terceiro homicídio do ano em Jaraguá, na Rua das Mangabeiras, no Jardim Primavera. A vítima foi Lindomar Rodrigues Chaveiro, que morreu após ser alvejado por três disparos. Um amigo que estava no local, acionou o Corpo de Bombeiros, que chegou a levar o homem baleado até o Hospital Estadual Sandino de Amorim, mas ele não resistiu aos ferimentos e faleceu na unidade de saúde. O caso ainda não foi elucidado pela polícia civil. 4º HOMICÍDIO - Jaraguá contabilizou na noite de sexta-feira, 23 de março, o quarto homicídio do ano. Foi assassinado dentro de seu estabelecimento comercial, o dono de OBar, Lucas Leite de Andrade, 25 anos, por volta das 23h15, o estabelecimento está localizado na Praça do Coreto.A vítima estava conversando com os amigos quando foi surpreendida pelo assassino que efetuou pelas costas, dois disparos de arma de fogo, acertaram a nuca e a cabeça, levando ao óbito instantâneo no local. O caso ainda não foi elucidado pela polícia civil. 5º HOMICÍDIO - Na noite de sexta-feira, 30 de março, (Sexta-Feira da Paixão) foi contabilizado o quinto homicídio de 2018 em Jaraguá. Quando o músico, José Robson Rodrigues foi alvejado após uma tentativa de assalto a uma residência na Rua R2, no Setor Regina Park, na região noroeste de Jaraguá. A vítima passava pelo local, viu a ação criminosa e foi perseguido e morto pelos marginais. O caso foi elucidado pela Polícia Civil, com a prisão de Guilherme Moraes Campos Passos e Diego Pereira Neres, após investigação sobre assalto a residência. 6º HOMICÍDIO - Na tarde de domingo, 08 de abril, foi registrado o sexto homicídio de 2018 em Jaraguá. Foi assassinado com disparos de arma de fogo, João Vitor Barbosa, conhecido como Gordinho. O crime ocorreu na Rua Francisco José, no Setor Cesário da Mata. A vítima havia se mudado de Goiânia, para Jaraguá após sofrer atentado na capital. O caso foi elucidado pela polícia civil, com identificação do autor, Fabrício Borges Antunes, que se encontra foragido da justiça. 7º HOMICÍDIO - Jaraguá contabilizou na madrugada de segunda-feira, 21 de maio, o sétimo homicídio do ano, quando foi assassinado no Jardim Primavera, na Rua das Parreiras, Pedro Ricardo Correia de Souza, 25 anos. Um homem não identificado, foi até a casa da vítima, entrou pelo portão que estava aberto e atirou várias vezes contra Pedro Ricardo Correia de Sousa. A vítima ainda correu para o quarto do filho, mas os disparos continuaram. O caso ainda não foi elucidado pela polícia civil. 8º HOMICÍDIO – O oitavo homicídio do ano, foi confirmado após a divulgação do laudo do IML de Goianésia, na sexta-feira, 15 de junho, mudando a linha de investigação da Polícia Civil, em relação à morte Saulo Gonçalves Gomes, 44 anos, encontrado com sinais de atropelamento na GO-080, na noite de terça-feira. 12 de junho. Até então as investigações apontavam para uma colisão entre a moto conduzida por Claudione Costa Reis contra a vítima que estava em uma bicicleta. No entanto, o laudo preliminar, do IML, diz que Saulo Gomes, primeiro foi atingido por um disparo de arma de fogo, confirmando o 8º homicídio do ano. O caso ainda não foi elucidado pela polícia civil.

9º HOMICÍDIO - Jaraguá contabilizou na noite de sexta-feira, 6 de julho, seu 9º homicídio no ano, quando foi morto com disparos de arma de fogo, o ex detento Marcos Túlio Teodoro de Bessa. De acordo com informações da PM, a vítima estava na Praça Santana, no centro antigo da cidade, quando uma moto parou um pouco distante, em seguida um homem desceu, aproximou-se e efetuou vários disparos, acertando a cabeça de Marcos Túlio. O caso ainda não foi elucidado pela polícia civil.

#PolíciaCivilelucidahomicídiodeJoãoVictorBar

Campanha-covid-saude-estado01.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá