• Folha de Jaraguá

Renato de Castro inaugura em Goianésia a Electro Motors que começará montagens de motos


No próximo domingo, 24, Goianésia completará 65 anos, mas o presente foi entregue de forma antecipada. Nesta quarta-feira, 20, a Electro Motors do Brasil inaugurou sua fábrica na cidade e dentro de aproximadamente 40 dias estará iniciando as montagens de motos/scooters.

A cerimônia inaugural contou com a presença do prefeito, Renato de Castro, do presidente da Electro Motors, Cadu Barbosa, além de várias autoridades locais e regionais. Desta maneira, Goianésia entra para a história como sendo a cidade que recebeu a primeira montadora de veículos elétricos do Brasil.

Aniversariante do dia, o prefeito Renato de Castro comemorou a efetivação da montadora em Goianésia que deverá gerar em torno de 700 empregos diretos com investimento inicial de R$ 150 milhões. “Quando trouxeram a Volkswagen para o Brasil, na época chegou também desacredita. Foi montada na região do ABC Paulista e hoje o parque industrial nacional automotivo tem uma capacidade de montagem superior a 4 milhões de veículos e gera hoje uma porcentagem muito grande do nosso PIB e a semente que está sendo plantada aqui em Goianésia que é da mobilidade elétrica, é semelhante, assim como as cidades da região do ABC foram emendando uma na outra, e quem sabe Goianésia não emenda com Jaraguá daqui uns dias. Isso vaicrescer bastante. Uma coisa moderna”, ponderou o prefeito.

Trabalhando neste projeto já alguns anos, o presidente da Electro Motors, Cadu Barbosa, enfatizou que “esta indústria, incialmente o projeto dela para o Espírito Santo, mas o apoio que tivemos aqui foi muito superior, tanto municipal, quanto estadual, então isto fez a diferença pra vir para Goianésia”, disse reiterando que “o apoio do Renato, foi assim, surpreendente. Ele foi a Brasília se comprometeu a manter tudo o que tinha sido já acordado previamente”, esclareceu.

Durante sua fala no cerimonial, Cadu Barbosa disse ainda que a tendência é que seja criado um parque automotivo com a instalação de outras montadoras e também fornecedoras de peças, como pneus, para-brisas, vidros emborrachados, baterias, dentre outras. Os trabalhos poderão ainda serem ampliados para Jaraguá com a produção de modelos diferentes dos que serão produzidos em Goianésia.

As motos/scooters, 100% elétricas, terá sua produção iniciada ainda em 2018 com previsão de início de vendas no próximo ano. Até o final de 2020 a expectativa é a que Zotye Brasil inicie a produção de carros em Goianésia, no que será a primeira fábrica de carros elétricos da América Latina.

Campanha-covid-saude-estado01.gif
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá