• Folha de Jaraguá

Após aplicação de medidas disciplinares, agentes controlam princípio de motim


Os agentes carcerários de Jaraguá controlaram no início da tarde de terça-feira, 22 de maio, um princípio de motim na Unidade Prisional da cidade. Em entrevista ao repórter Dude Bill, o diretor da cadeia, Caio Silva, afirmou que o problema havia sido controlado, sem o uso da força, apenas verbalizando com os detentos. Porém haviam reclamações de familiares, de que estariam sendo impedidos de entrar para as visitas.

O diretor explicou ao repórter, que foram encontrados celulares e outros objetos ilícitos em revista as celas da Ala B. Como medida disciplinar, foram cortados os acessos a TV e Rádio, motivo pelo qual os presos iniciaram o processo de motim. Após a confusão ser controlada, eles teriam dito que não queriam receber os seus familiares e nem alimentos, a medida seria um protesto.

Policiais militares e o aparado do estado também foram usados na operação. Sobre a entrada de celulares na Unidade, o diretor justificou que todos os esforços tem sido feito para impedir que os aparelhos circulem entre os presos, porém admitiu que a estrutura da cadeia é falha. “ Esses objetos podem entrar por vários lugares, por visitantes até por pessoas do lado externo. Já fizemos diversas prisões nesse sentido” argumentou.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
radar novembro 2020.gif
petro-arabe2-17-8.gif
PATROCÍNIOS
midia-top-2020.gif
midia-prefeitura-de-jaragua.jpeg