PATROCÍNIOS
  • Folha de Jaraguá

Detentos da Unidade de Ceres são premiados em concurso de redação


Dois detentos foram premiados no concurso de redação realizado pelo Instituto Ubuntu de Ceres. O certame teve a participação de oito escolas do município, com 223 redações inscritas e 10 premiadas. O tema abordado foi: “Racismo - Somos todos um ou não?”. Dos textos finalistas, dois foram elaborados pelos reeducandos Marcos Henrique e Eni Pereira, estudantes da Escola Municipal Joaquim Vieira do Vale, localizada nas dependências da Unidade Prisional local.

Segundo o diretor da unidade prisional de Ceres, Guilherme Soares Vieira, reconhecer o detento como pessoa e lhe dar a oportunidade de projetar o próprio futuro, após um passo errado, é um dos objetivos almejados. “Vamos sempre buscar a melhor forma de estabelecer um elo favorável entre o apenado e a sociedade. Para isso, desenvolvemos diversos projetos para ressocialização dos presos da unidade”, ressalta.

Os dois premiados apresentam o desejo comum de acreditar na possibilidade de mudarem o destino de suas vidas. Para Eni, essa é uma oportunidade para renovar a esperança de um futuro melhor. “Essa redação significou muito para mim, me senti valorizada, mesmo estando em um ambiente tão penoso. Estou com minhas forças e esperanças renovadas diante desse prêmio, assim que ganhar a liberdade vou voltar aos estudos e investir em uma carreira profissional”, declarou.

Marcos vê a premiação como instrumento para fortalecer o sonho de seguir em frente. “Nunca tinha ganhado uma medalha, estou muito feliz e me sinto mais fortalecido para pagar pelo meu erro”, disse.

A solenidade de premiação ocorreu no último mês de dezembro e contou com a participação de autoridades do município, além de professores e servidores da escola.

#DetentosdaUnidadedeCeressãopremiadosemconc

midia02.png
GIF-JARAGUA-ATUALIZADO.gif
petro-arabe2-17-8.gif

By R2 Soft - © 2016 Folha de Jaraguá